Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Vestibular de pedagogia da Prefeitura de Curitiba tem aprovadas que fizeram cursinho no Sismuc

Mais da metade das vestibulandas que participaram do curso no Sindicato dos Municipais de Curitiba foram aprovadas para pedagogia na Universidade Federal do Paraná

Escrito por: Manoel Ramires • Publicado em: 31/10/2016 - 18:05 • Última modificação: 31/10/2016 - 18:50 Escrito por: Manoel Ramires Publicado em: 31/10/2016 - 18:05 Última modificação: 31/10/2016 - 18:50

. .

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), em parceria com a Prefeitura de Curitiba, divulgou no dia 21 de outubro a lista dos 120 aprovados no vestibular de pedagogia da instituição. Esse vestibular tem um caráter especial, pois o ensino ocorre à distância e as vagas eram ofertadas apenas para professoras de educação infantil.

Mais da metade das vestibulandas que participaram de cursinho preparatório realizado no Sismuc foram aprovadas. Pelo menos 39 pessoas participaram com frequência da preparação. A entidade promoveu estudos ao longo de um mês, com encontros aos sábados e durante a semana, no período noturno. O cursinho oferecido pelo Sismuc foi gratuito e aberto para todos interessados, mesmo que não sindicalizados.

O resultado foi comemorado pela professora Daniely Bento, aprovada no vestibular. “Se não fosse o sindicato, nada disso teria acontecido. A gente se conheceu, tivemos aulas, trocamos ideias. Isso foi muito bom. O sindicato tem que continuar com essa política. Eu acredito que quem fez o cursinho e não passou ainda tem chance de entrar, porque as notas foram bem próximas”, incentiva. Pelo menos 485 inscrições foram homologadas pelo núcleo de concurso da UFPR.

Marina Felisberto foi uma das professoras do cursinho. Ela ministrou aulas de redação e sobre o edital. Marina, que é professora de educação infantil e diretora de base do Sismuc, comemora a aprovação obtida pelas estudantes preparadas pela entidade.

“É uma conquista muito grande tanto para as professoras que foram aprovadas no curso de pedagogia, como para a gente que acredita na força e importância do sindicato. Mostramos que o público tem sim condições de preparar as pessoas tanto para vestibulares como para o exercício da cidadania”, comemora Marina. Além dela, o sindicato contou com os professores Giuliano Gomes, Daniela Tapety, Dihego Fernandes, Diana Abreu e outros dois professores convidados.

De acordo com o prefeito Gustavo Fruet, “o curso é fruto de uma parceria que assinamos da Prefeitura de Curitiba com a Universidade Federal do Paraná (UFPR)”. As aulas têm duração de sete semestres e serão ministradas aos sábados, de forma presencial e online. A parceria é resultado da pauta de reivindicação do Sismuc, que pleiteava junto à gestão mais capacitação profissional. “Essa conquista foi obtida durante o Plano Municipal de Educação. O encontro previu como uma de suas estratégias a formação para os professores da rede”, comemora a coordenadora Juliana Mildemberg.

O Sismuc já encaminhou ofício para as Secretarias Municipais de Educação e Recursos Humanos pedindo a liberação das professoras aprovadas para realizarem a matrícula no dia 26, das nove às onze horas.

Título: Vestibular de pedagogia da Prefeitura de Curitiba tem aprovadas que fizeram cursinho no Sismuc, Conteúdo: A Universidade Federal do Paraná (UFPR), em parceria com a Prefeitura de Curitiba, divulgou no dia 21 de outubro a lista dos 120 aprovados no vestibular de pedagogia da instituição. Esse vestibular tem um caráter especial, pois o ensino ocorre à distância e as vagas eram ofertadas apenas para professoras de educação infantil. Mais da metade das vestibulandas que participaram de cursinho preparatório realizado no Sismuc foram aprovadas. Pelo menos 39 pessoas participaram com frequência da preparação. A entidade promoveu estudos ao longo de um mês, com encontros aos sábados e durante a semana, no período noturno. O cursinho oferecido pelo Sismuc foi gratuito e aberto para todos interessados, mesmo que não sindicalizados. O resultado foi comemorado pela professora Daniely Bento, aprovada no vestibular. “Se não fosse o sindicato, nada disso teria acontecido. A gente se conheceu, tivemos aulas, trocamos ideias. Isso foi muito bom. O sindicato tem que continuar com essa política. Eu acredito que quem fez o cursinho e não passou ainda tem chance de entrar, porque as notas foram bem próximas”, incentiva. Pelo menos 485 inscrições foram homologadas pelo núcleo de concurso da UFPR. Marina Felisberto foi uma das professoras do cursinho. Ela ministrou aulas de redação e sobre o edital. Marina, que é professora de educação infantil e diretora de base do Sismuc, comemora a aprovação obtida pelas estudantes preparadas pela entidade. “É uma conquista muito grande tanto para as professoras que foram aprovadas no curso de pedagogia, como para a gente que acredita na força e importância do sindicato. Mostramos que o público tem sim condições de preparar as pessoas tanto para vestibulares como para o exercício da cidadania”, comemora Marina. Além dela, o sindicato contou com os professores Giuliano Gomes, Daniela Tapety, Dihego Fernandes, Diana Abreu e outros dois professores convidados. De acordo com o prefeito Gustavo Fruet, “o curso é fruto de uma parceria que assinamos da Prefeitura de Curitiba com a Universidade Federal do Paraná (UFPR)”. As aulas têm duração de sete semestres e serão ministradas aos sábados, de forma presencial e online. A parceria é resultado da pauta de reivindicação do Sismuc, que pleiteava junto à gestão mais capacitação profissional. “Essa conquista foi obtida durante o Plano Municipal de Educação. O encontro previu como uma de suas estratégias a formação para os professores da rede”, comemora a coordenadora Juliana Mildemberg. O Sismuc já encaminhou ofício para as Secretarias Municipais de Educação e Recursos Humanos pedindo a liberação das professoras aprovadas para realizarem a matrícula no dia 26, das nove às onze horas.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.