Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Toledo-PR: nenhum servidor público de Toledo receberá menos que um salário minímo

Aproximadamente 400 trabalhadores deixarão de receber valores menores que um salário mínimo.

Escrito por: • Publicado em: 29/04/2013 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 29/04/2013 - 00:00

A Câmara de Vereadores aprovou a realização de duas sessões extraordinárias nos dias 24 e 29 para apreciar dois projetos, um que eleva os vencimentos dos agentes de saúde e combate a endemias para R$ 850,00 e outro que concede abono aos servidores que ganham menos que o valor de R$ 850,00. O Projeto de Lei nº 83 autoriza o Município de Toledo a conceder abono piso mínimo a servidores públicos municipais, enquanto o Projeto de Lei nº 84 dispõe sobre o valor dos salários de Agente Comunitário de Saúde e de Agente de Combate às Endemias, elevando sua remuneração para R$ 850,00. As discussões para que esta proposta atendesse as necessidades de alguns trabalhadores que recebiam menos que um salário mínimo, já vinha estava acontecendo entre as comissões, formado com representantes do sindicato e da administração.
Com a aprovação das duas propostas nenhum servidor de Toledo receberá menos que o salário mínimo, situação que vinha ocorrendo com os funcionários municipais de menor remuneração.
Na justificativa do Projeto de Lei o prefeito justifica que: “Dentre as políticas previstas em nosso plano de governo para o funcionalismo municipal, constam como metas o respeito e a valorização dos servidores públicos, seja mediante a oferta de novos cursos de capacitação e aperfeiçoamento, seja pela melhoria das condições de sua remuneração”.
No documento o prefeito lembra também o compromisso firmado perante o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de viabilizar para os servidores e empregados cujo vencimento ou salário inicial fosse inferior ao salário mínimo nacional a fixação de um piso inicial.
Fonte: SERTOLEDO

Título: Toledo-PR: nenhum servidor público de Toledo receberá menos que um salário minímo, Conteúdo: A Câmara de Vereadores aprovou a realização de duas sessões extraordinárias nos dias 24 e 29 para apreciar dois projetos, um que eleva os vencimentos dos agentes de saúde e combate a endemias para R$ 850,00 e outro que concede abono aos servidores que ganham menos que o valor de R$ 850,00. O Projeto de Lei nº 83 autoriza o Município de Toledo a conceder abono piso mínimo a servidores públicos municipais, enquanto o Projeto de Lei nº 84 dispõe sobre o valor dos salários de Agente Comunitário de Saúde e de Agente de Combate às Endemias, elevando sua remuneração para R$ 850,00. As discussões para que esta proposta atendesse as necessidades de alguns trabalhadores que recebiam menos que um salário mínimo, já vinha estava acontecendo entre as comissões, formado com representantes do sindicato e da administração. Com a aprovação das duas propostas nenhum servidor de Toledo receberá menos que o salário mínimo, situação que vinha ocorrendo com os funcionários municipais de menor remuneração. Na justificativa do Projeto de Lei o prefeito justifica que: “Dentre as políticas previstas em nosso plano de governo para o funcionalismo municipal, constam como metas o respeito e a valorização dos servidores públicos, seja mediante a oferta de novos cursos de capacitação e aperfeiçoamento, seja pela melhoria das condições de sua remuneração”. No documento o prefeito lembra também o compromisso firmado perante o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de viabilizar para os servidores e empregados cujo vencimento ou salário inicial fosse inferior ao salário mínimo nacional a fixação de um piso inicial. Fonte: SERTOLEDO



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.