Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Sobre estiagem e esperança

O novo ano mal teve início e já se achegou a ele a notícia que tanto incomoda e castiga os cearenses, principalmente homens e mulheres do campo: são altas as chances de o Estado entrar no quarto ano consecutivo de estiagem.

Escrito por: • Publicado em: 10/02/2015 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 10/02/2015 - 00:00

Desde 2012, o Ceará vem sendo massacrado pela pior estiagem dos últimos 100 anos, um fenômeno que vem provocando danos econômicos e sociais à população.

Contudo, Penso que devemos manter acesa a esperança de um olhar mais cuidadoso do governador Camilo Santana em direção a nossa terra. E cobrar-lhe essa atenção.

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado do Ceará (Fetraece) apontou alguns direcionamentos poucos dias atrás, assim que a Funceme revelou o prognóstico climático indicando que o Ceará tem 64% de chances de ter a quadra chuvosa abaixo da média histórica em 2015. Nas propostas da Fetraece, são alguns os caminhos primordiais para a orientação de políticas públicas nas áreas de gestão de recursos hídricos e agricultura.

Entre o que foi proposto pela Federação, sugestões nas seguintes áreas: convivência com o semiárido; segurança hídrica; alimentação dos rebanhos; alimentação humana; renda para agricultura familiar; e crédito rural e renegociações de dívidas.

Apenas um posicionamento veloz e firme das três esferas de governo pode possibilitar o convívio com este fenômeno cíclico. No âmbito do Legislativo, alegra-me torcer também para que o mandato do colega Moisés Braz, dirigente sindical filho de Massapê, contribua para efetivação dessas políticas públicas que atenuem o risco de um colapso hídrico em nosso estado. E que ajudem a amenizar os efeitos da seca, principalmente no interior do Ceará.

Moisés é agricultor de origem. Nas eleições de outubro passado, mais de 75 mil votos o levaram a tomar posse em 1º de fevereiro, como deputado estadual. Ele é o primeiro trabalhador rural a chegar ao nosso parlamento estadual. Com admiração e respeito, desejo-lhe que a força e a coragem latentes dessa categoria sigam firmes e, em meio a tantos desafios, se torne um portador de efetivas boas novas.

Título: Sobre estiagem e esperança, Conteúdo: Desde 2012, o Ceará vem sendo massacrado pela pior estiagem dos últimos 100 anos, um fenômeno que vem provocando danos econômicos e sociais à população. Contudo, Penso que devemos manter acesa a esperança de um olhar mais cuidadoso do governador Camilo Santana em direção a nossa terra. E cobrar-lhe essa atenção. A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado do Ceará (Fetraece) apontou alguns direcionamentos poucos dias atrás, assim que a Funceme revelou o prognóstico climático indicando que o Ceará tem 64% de chances de ter a quadra chuvosa abaixo da média histórica em 2015. Nas propostas da Fetraece, são alguns os caminhos primordiais para a orientação de políticas públicas nas áreas de gestão de recursos hídricos e agricultura. Entre o que foi proposto pela Federação, sugestões nas seguintes áreas: convivência com o semiárido; segurança hídrica; alimentação dos rebanhos; alimentação humana; renda para agricultura familiar; e crédito rural e renegociações de dívidas. Apenas um posicionamento veloz e firme das três esferas de governo pode possibilitar o convívio com este fenômeno cíclico. No âmbito do Legislativo, alegra-me torcer também para que o mandato do colega Moisés Braz, dirigente sindical filho de Massapê, contribua para efetivação dessas políticas públicas que atenuem o risco de um colapso hídrico em nosso estado. E que ajudem a amenizar os efeitos da seca, principalmente no interior do Ceará. Moisés é agricultor de origem. Nas eleições de outubro passado, mais de 75 mil votos o levaram a tomar posse em 1º de fevereiro, como deputado estadual. Ele é o primeiro trabalhador rural a chegar ao nosso parlamento estadual. Com admiração e respeito, desejo-lhe que a força e a coragem latentes dessa categoria sigam firmes e, em meio a tantos desafios, se torne um portador de efetivas boas novas.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.