Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores municipais do Mato Grosso do Sul fundam federação estadual da categoria

Fundação da Fetam/MS foi prestigiada pela presidente da Confetam, Vilani Oliveira, e pela secretaria de Finanças da entidade, Paula Leite

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 24/02/2017 - 16:29 • Última modificação: 02/03/2017 - 12:31 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 24/02/2017 - 16:29 Última modificação: 02/03/2017 - 12:31

. Plenária elegeu a primeira diretoria da Federação dos Municipais do MS

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) prestigiou, na manhã desta sexta-feira (24), a fundação e a eleição da primeira diretoria da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Mato Grosso do Sul (Fetam/MS/CUT).

A cerimônia, organizada pela Comissão Pró-Fundação da Fetam/MS/CUT, contou com as presenças da presidente da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, e da secretária de Finanças da entidade, Paula Leite. Juntamente com Sueli Veiga, secretaria nacional adjunta de Formação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vilani e Paula integraram a mesa de debates sobre conjuntura.

As discussões fizeram parte do programa da Plenária de Efetivação da Fetam/MS, que contou ainda com o lançamento da Campanha Salarial Unificada 2017 dos Servidores Públicos Municipais do Estado, apresentada ao público pela presidente da Confetam/CUT.

Momento histórico

"Esse é um momento histórico para os municipais do Mato Grosso do Sul e para a Confetam. Vamos precisar da categoria muito organizada e mobilizada no Estado para resistir e lutar contra os ataques aos direitos vindos não só do governo ilegítimo de Michel Temer, mas também de muitos prefeitos que querem adotar o mesmo receituário neoliberal do presidente golpista contra os servidores da prefeituras", afirmou Vilani Oliveira.

Durante dois dias - o evento iniciou na quinta-feira (23) -, os servidores públicos municipais do MS tiveram a oportunidade de discutir com dirigentes nacionais da categoria temas de interesse do funcionalismo, como saúde do trabalhador, direitos humanos nos locais de trabalho, negociação e contratação coletiva no serviço público.

"Ao fundarem a federação, os municipais do Estado se fortalecem enquanto categoria para embates presentes e futuros que demandarão muita unidade e organização da classe trabalhadora", disse a secretária de Finanças da Confetam, Paula Leite.

 

Título: Servidores municipais do Mato Grosso do Sul fundam federação estadual da categoria, Conteúdo: A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) prestigiou, na manhã desta sexta-feira (24), a fundação e a eleição da primeira diretoria da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Mato Grosso do Sul (Fetam/MS/CUT). A cerimônia, organizada pela Comissão Pró-Fundação da Fetam/MS/CUT, contou com as presenças da presidente da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, e da secretária de Finanças da entidade, Paula Leite. Juntamente com Sueli Veiga, secretaria nacional adjunta de Formação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vilani e Paula integraram a mesa de debates sobre conjuntura. As discussões fizeram parte do programa da Plenária de Efetivação da Fetam/MS, que contou ainda com o lançamento da Campanha Salarial Unificada 2017 dos Servidores Públicos Municipais do Estado, apresentada ao público pela presidente da Confetam/CUT. Momento histórico Esse é um momento histórico para os municipais do Mato Grosso do Sul e para a Confetam. Vamos precisar da categoria muito organizada e mobilizada no Estado para resistir e lutar contra os ataques aos direitos vindos não só do governo ilegítimo de Michel Temer, mas também de muitos prefeitos que querem adotar o mesmo receituário neoliberal do presidente golpista contra os servidores da prefeituras, afirmou Vilani Oliveira. Durante dois dias - o evento iniciou na quinta-feira (23) -, os servidores públicos municipais do MS tiveram a oportunidade de discutir com dirigentes nacionais da categoria temas de interesse do funcionalismo, como saúde do trabalhador, direitos humanos nos locais de trabalho, negociação e contratação coletiva no serviço público. Ao fundarem a federação, os municipais do Estado se fortalecem enquanto categoria para embates presentes e futuros que demandarão muita unidade e organização da classe trabalhadora, disse a secretária de Finanças da Confetam, Paula Leite.  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.