Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores de 160 municípios do Ceará paralisam as atividades nesta terça (05/06)

Eles participarão da 9ª Marcha dos Servidores Municipais, realizada anualmente pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado (Fetamce).

Escrito por: Rafael Mesquita • Publicado em: 04/06/2018 - 12:29 • Última modificação: 04/06/2018 - 16:46 Escrito por: Rafael Mesquita Publicado em: 04/06/2018 - 12:29 Última modificação: 04/06/2018 - 16:46

. Servidores voltarão às ruas para defender a Democracia e os Serviços Públicos

As ruas de Fortaleza serão ocupadas, nesta terça-feira (5), por trabalhadores de 160 municípios, que paralisarão as atividades para participar da 9ª Marcha dos Servidores Municipais do Ceará. Neste ano, a tradicional passeata organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e sindicatos filiados tem como tema: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. O evento tem concentração na Praça da Imprensa (Dionísio Torres), a partir das 8 horas.

O objetivo da Federação é realizar um grande protesto popular contra a situação atual do país, mergulhado em uma profunda crise política, econômica, institucional e social. A organização sindical convoca a classe trabalhadora a resistir às medidas implantadas no Governo Temer, tais como a Emenda Constitucional 95 (do congelamento dos investimentos públicos em saúde, educação, assistência, moradia e etc), a reforma trabalhista, a lei da terceirização sem limites, as tentativas de reforma da previdência e de privatização das empresas públicas, o aumento da carestia e a redução das políticas sociais.

Também no catálogo de temas do evento está o repúdio à violência contra as manifestações populares organizadas por entidades sociais e organizações de trabalhadores, tendo como exemplo os ataques da Prefeitura de Icó contra os professores do município no início de 2018.

A marcha criticará ainda o processo de impeachment no Congresso que derrubou do poder a presidenta Dilma Rousseff e que levou à prisão do ex-presidente Lula. A organização da atividade entende que o “golpe de 2016” foi a porta de entrada para a implantação no país da agenda neoliberal derrotada nas urnas em 2014, com a ascensão da centro-direita ao poder.

Para Enedina Soares, presidenta da Fetamce, todas situações levantadas acima afetaram profundamente o serviço público municipal, levando as cidades cearenses ao caos, diante dos cortes no orçamento público.

“Nos últimos dois anos, os servidores tiveram que intensificar lutas, paralisações e greves, assim como perderam poder de compra, tiveram suas carreiras achatadas e viram os municípios afundar sem recursos. Prova da desastrosa política de governo fruto do golpe. Precisamos chamar a atenção de toda a população para enfrentar e repudiar a continuidade deste rumo caótico”, defende a dirigente.

Programação

Com saída marcada para as 9h30, a marcha segue até 11h, com pausas para apresentações artísticas e intervenções de convidados.

Serviço:

9ª Marcha dos Servidores Municipais do Ceará

Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam

Concentração: 8 horas, na Praça da Imprensa (Dionísio Torres)

 

Título: Servidores de 160 municípios do Ceará paralisam as atividades nesta terça (05/06), Conteúdo: As ruas de Fortaleza serão ocupadas, nesta terça-feira (5), por trabalhadores de 160 municípios, que paralisarão as atividades para participar da 9ª Marcha dos Servidores Municipais do Ceará. Neste ano, a tradicional passeata organizada pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e sindicatos filiados tem como tema: “Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam”. O evento tem concentração na Praça da Imprensa (Dionísio Torres), a partir das 8 horas. O objetivo da Federação é realizar um grande protesto popular contra a situação atual do país, mergulhado em uma profunda crise política, econômica, institucional e social. A organização sindical convoca a classe trabalhadora a resistir às medidas implantadas no Governo Temer, tais como a Emenda Constitucional 95 (do congelamento dos investimentos públicos em saúde, educação, assistência, moradia e etc), a reforma trabalhista, a lei da terceirização sem limites, as tentativas de reforma da previdência e de privatização das empresas públicas, o aumento da carestia e a redução das políticas sociais. Também no catálogo de temas do evento está o repúdio à violência contra as manifestações populares organizadas por entidades sociais e organizações de trabalhadores, tendo como exemplo os ataques da Prefeitura de Icó contra os professores do município no início de 2018. A marcha criticará ainda o processo de impeachment no Congresso que derrubou do poder a presidenta Dilma Rousseff e que levou à prisão do ex-presidente Lula. A organização da atividade entende que o “golpe de 2016” foi a porta de entrada para a implantação no país da agenda neoliberal derrotada nas urnas em 2014, com a ascensão da centro-direita ao poder. Para Enedina Soares, presidenta da Fetamce, todas situações levantadas acima afetaram profundamente o serviço público municipal, levando as cidades cearenses ao caos, diante dos cortes no orçamento público. “Nos últimos dois anos, os servidores tiveram que intensificar lutas, paralisações e greves, assim como perderam poder de compra, tiveram suas carreiras achatadas e viram os municípios afundar sem recursos. Prova da desastrosa política de governo fruto do golpe. Precisamos chamar a atenção de toda a população para enfrentar e repudiar a continuidade deste rumo caótico”, defende a dirigente. Programação Com saída marcada para as 9h30, a marcha segue até 11h, com pausas para apresentações artísticas e intervenções de convidados. Serviço: 9ª Marcha dos Servidores Municipais do Ceará Em defesa da Democracia e dos Serviços Públicos frente à criminalização dos que lutam Concentração: 8 horas, na Praça da Imprensa (Dionísio Torres)  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.