Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Seminário Regional de Itapipoca debate intervenção dos servidores municipais

A Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) realizou na manhã de ontem (17/3) Seminário na Regional de Itapipoca da entidade.

Escrito por: • Publicado em: 20/03/2015 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 20/03/2015 - 00:00

O evento, que recebeu representantes da coordenação regional e de sindicatos de servidores do polo, debateu questões relacionadas ao mês da mulher, à conjuntura econômica, à demanda por Planos Municipais de Educação e ao planejamento de ações locais.Vilani Oliveira, presidenta da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM), foi a responsável por aprofundar a questão das mulheres, explicando as principais demandas do grupo por direitos, assim como o combate à violência, visto como uma das piores demonstrações do machismo que ainda assola a sociedade.
Logo após, foi a vez de Rosilene Cruz, técnica do Dieese, discutir os rumos da economia nacional e internacional, especialmente no que toca a vida dos servidores municipais. Para a especialista, ainda não vivemos os piores resultados da crise econômica do capitalismo mundial. Rosilene afirma que, havendo crise, entretanto, os trabalhadores não podem ser o primeiro grupo a ser penalizado, a exemplo das Medidas Provisórias editadas pelo Governo Federal, que reduzem alcance de benefícios como seguro desemprego e pensão por morte.
Já Enedina Soares, presidenta da Fetamce, colocou em pauta as demandas com a aprovação do novo Plano Nacional de Educação, em 2014. “Agora, as redes estaduais e municipais de ensino devem atuar na reformulação de seu planejamento educacional com base no Plano Nacional. O trabalho de revisão do Plano Municipal deve ser intensificado e deve dar garantia às ações e ao panorama educacional, abrangendo as áreas pedagógicas, curriculares e de avaliação”, explicou a dirigente.
Para fechar, a secretária-geral da Federação, Claudia Melo, adequou as demandas da regional ao planejamento geral construído pela Fetamce para 2015. “No ano em que completamos 25 anos, vamos dobrar a nossa presença na base e dar mais entusiasmo à nossa luta”, disse.

Título: Seminário Regional de Itapipoca debate intervenção dos servidores municipais, Conteúdo: O evento, que recebeu representantes da coordenação regional e de sindicatos de servidores do polo, debateu questões relacionadas ao mês da mulher, à conjuntura econômica, à demanda por Planos Municipais de Educação e ao planejamento de ações locais.Vilani Oliveira, presidenta da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM), foi a responsável por aprofundar a questão das mulheres, explicando as principais demandas do grupo por direitos, assim como o combate à violência, visto como uma das piores demonstrações do machismo que ainda assola a sociedade. Logo após, foi a vez de Rosilene Cruz, técnica do Dieese, discutir os rumos da economia nacional e internacional, especialmente no que toca a vida dos servidores municipais. Para a especialista, ainda não vivemos os piores resultados da crise econômica do capitalismo mundial. Rosilene afirma que, havendo crise, entretanto, os trabalhadores não podem ser o primeiro grupo a ser penalizado, a exemplo das Medidas Provisórias editadas pelo Governo Federal, que reduzem alcance de benefícios como seguro desemprego e pensão por morte. Já Enedina Soares, presidenta da Fetamce, colocou em pauta as demandas com a aprovação do novo Plano Nacional de Educação, em 2014. “Agora, as redes estaduais e municipais de ensino devem atuar na reformulação de seu planejamento educacional com base no Plano Nacional. O trabalho de revisão do Plano Municipal deve ser intensificado e deve dar garantia às ações e ao panorama educacional, abrangendo as áreas pedagógicas, curriculares e de avaliação”, explicou a dirigente. Para fechar, a secretária-geral da Federação, Claudia Melo, adequou as demandas da regional ao planejamento geral construído pela Fetamce para 2015. “No ano em que completamos 25 anos, vamos dobrar a nossa presença na base e dar mais entusiasmo à nossa luta”, disse.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.