Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Secretário de Saúde de Iguatu agride dirigente e assessor de sindicato

Francisco Marcelo Sobreira agrediu verbalmente o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, a quem chamou de "vagabundo", e expulsou o assessor de Comunicação da entidade da sala de reunião.

Escrito por: Spumi • Publicado em: 05/10/2018 - 13:31 • Última modificação: 05/10/2018 - 13:43 Escrito por: Spumi Publicado em: 05/10/2018 - 13:31 Última modificação: 05/10/2018 - 13:43

. .

Durante mesa de negociação com o secretário de Saúde do município de Iguatu (CE), Francisco Marcelo Sobreira (PDT), realizada na última sexta (28) para tratar da pauta de reivindicações do servidores da Secretaria, o titular da pasta se comportou de forma ríspida, intransigente e autoritária com os trabalhadores.

Além de não resolver os inúmeros problemas que envolvem o serviço público e os servidores da Saúde, Sobreira tratou a direção do Sindicato dos Servidores Municipais (SPUMI) e a representação das categorias com o máximo deboche e desrespeito.

Demonstrando completo descontrole, o secretário chegou ao ponto de chamar, por duas vezes, o presidente do SPUMI, Pablo Neves, de "vagabundo".

"Lamentamos profundamente que a Saúde de Iguatu esteja entregue ao despautério deste secretário, que se baseia na ilegalidade e não respeita a nada e a ninguém", protestou Pablo Neves.

Pablo conta que o secretário expulsou da reunião o assessor de Comunicação do sindicato. "Foi um momento tenso com postura deprimente do secretário titular da pasta da Saúde", reprovou o dirigente.

Título: Secretário de Saúde de Iguatu agride dirigente e assessor de sindicato, Conteúdo: Durante mesa de negociação com o secretário de Saúde do município de Iguatu (CE), Francisco Marcelo Sobreira (PDT), realizada na última sexta (28) para tratar da pauta de reivindicações do servidores da Secretaria, o titular da pasta se comportou de forma ríspida, intransigente e autoritária com os trabalhadores. Além de não resolver os inúmeros problemas que envolvem o serviço público e os servidores da Saúde, Sobreira tratou a direção do Sindicato dos Servidores Municipais (SPUMI) e a representação das categorias com o máximo deboche e desrespeito. Demonstrando completo descontrole, o secretário chegou ao ponto de chamar, por duas vezes, o presidente do SPUMI, Pablo Neves, de vagabundo. Lamentamos profundamente que a Saúde de Iguatu esteja entregue ao despautério deste secretário, que se baseia na ilegalidade e não respeita a nada e a ninguém, protestou Pablo Neves. Pablo conta que o secretário expulsou da reunião o assessor de Comunicação do sindicato. Foi um momento tenso com postura deprimente do secretário titular da pasta da Saúde, reprovou o dirigente.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.