Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Reunião do Comitê de Jovens da ISP em São Paulo capacita 30 dirigentes

Dirigentes sindicais até 35 anos se capacitam para melhor incidir nas organizações de base e nos espaços de lutas conjuntas

Escrito por: Confetam • Publicado em: 02/11/2016 - 14:07 • Última modificação: 07/11/2016 - 13:54 Escrito por: Confetam Publicado em: 02/11/2016 - 14:07 Última modificação: 07/11/2016 - 13:54

. Juventude da ISP no lançamento da 4ª edição da Revista F, uma publicação da Fetamce

Representantes da juventude das organizações sindicais filiadas à Internacional de Serviços Público (ISP) no Brasil estão desde a última segunda-feira (31) em São Paulo participando da Reunião do Comitê de Jovens da ISP no país. O evento, que prossegue até sexta-feira (04), integra o programa do Plano de Trabalho aprovado no último encontro do grupo, realizado no mês de abril.

Dividida em quatro momentos - Reunião sobre Justiça Fiscal, Reunião do Comitê de Jovens, Seminário sobre Remunicipalização dos Serviços Públicos e participação na Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo -, a atividade reúne dirigentes da juventude das federações estaduais de sindicatos de servidores municipais.

Voltado à formação de 30 dirigentes sindicais até 35 anos, sendo 15 homens e 15 mulheres, o evento objetiva fortalecer o Comitê de Jovens da ISP Brasil e o aperfeiçoamento da capacidade de atuação da juventude nas suas organizações de base e nos espaços de lutas conjuntas com organizações da sociedade civil.

Compromisso e participação

"A participação nessa atividade envolve um compromisso de continuidade e de responsabilidade, para contribuir como trabalho específico de jovens do próprio sindicato, e também com o trabalho coordenado com o Comitê de Jovens do Brasil e com as instâncias internacionais da ISP", explica o secretário regional para Interamérica da ISP, Jocelio Drummond.

Entre os dirigentes da juventude das federações de sindicatos de servidores públicos municipais que participam do evento estão Nadja Carneiro de Souza (Fetamce Ceará), Miguel de Jesus Pereira (Fetram Maranhão), Geici Mayara Brig (Fetam Santa Catarina), Jenifer Graciele Rodrigues Gomes (Fetam Minas Gerais), Luciana Maria de Melo e João Gabriel (Fetam São Paulo), e Maria Ariadne Moreita Feitosa (Fetam Rio Grande do Norte).

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municiais de São Paulo (Sindsep), Sindicato dos Psicólogos (SinPsi), Federação dos Trabalhadores em Educação das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra), Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (Seepe), Confederação Nacional dos Servidores Públicos Federais (Condsef), Sindicato dos Trabaladores Públicos na Saúde de Ribeirão Preto (SindSaúde), Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), Confederação Nacional dos Trabalhadores de Saúde e Seguridade Social (CNTSS), e da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) também estão prestigiando a reunião do Comitê de Jovens da ISP, que encerra nesta sexta-feira (04). .

Programa:

Justiça Fiscal – Abertura 31/10 das 18 às 21h – Reunião dia 01/11 das 9 às 18h

Comitê de Jovens – 02/11 das 9 às 13h

Remunicipalização de serviços públicos - 02/11 das 14h30 às 18h, 03/11 o dia todo, 04/11 das 9 às 13h

Jornada Continental pela Democracia e Contra o Neoliberalismo – 04/11 à tarde

Resumo dos temas

Justiça Fiscal – Princípio que defende tributar mais aqueles que têm maior capacidade financeira, questão fundamental para o financiamento dos serviços públicos de qualidade, direitos humanos e para uma sociedade mais justa e igualitária.

Comitê de Jovens – Avaliar as ações de 2016 e elaborar a agenda do seguimento para o ano de 2017.

Remunicipalização de serviços públicos – Trata-se daqueles serviços que foram privatizados e posteriormente voltaram para as mãos públicas, provando que a privatização não funciona nos serviços de natureza pública.

Jornada Continental pela Democracia e Contra o Neoliberalismo – Criada a partir da comemoração dos 10 anos do fim da ALCA, a Jornada é formada por entidades sindicais e movimentos sociais de todo o continente contra o avanço dos novos tratados de livre comércio impulsionados pelas empresas multinacionais, em especial TISA e TPP. No dia 4 de novembro, organizações de todo o continente farão atos em defesa da democracia e contra a retirada de direitos.

Site da Jornada: https://seguimosenlucha.wordpress.com/
 

Título: Reunião do Comitê de Jovens da ISP em São Paulo capacita 30 dirigentes, Conteúdo: Representantes da juventude das organizações sindicais filiadas à Internacional de Serviços Público (ISP) no Brasil estão desde a última segunda-feira (31) em São Paulo participando da Reunião do Comitê de Jovens da ISP no país. O evento, que prossegue até sexta-feira (04), integra o programa do Plano de Trabalho aprovado no último encontro do grupo, realizado no mês de abril. Dividida em quatro momentos - Reunião sobre Justiça Fiscal, Reunião do Comitê de Jovens, Seminário sobre Remunicipalização dos Serviços Públicos e participação na Jornada Continental pela Democracia e contra o Neoliberalismo -, a atividade reúne dirigentes da juventude das federações estaduais de sindicatos de servidores municipais. Voltado à formação de 30 dirigentes sindicais até 35 anos, sendo 15 homens e 15 mulheres, o evento objetiva fortalecer o Comitê de Jovens da ISP Brasil e o aperfeiçoamento da capacidade de atuação da juventude nas suas organizações de base e nos espaços de lutas conjuntas com organizações da sociedade civil. Compromisso e participação A participação nessa atividade envolve um compromisso de continuidade e de responsabilidade, para contribuir como trabalho específico de jovens do próprio sindicato, e também com o trabalho coordenado com o Comitê de Jovens do Brasil e com as instâncias internacionais da ISP, explica o secretário regional para Interamérica da ISP, Jocelio Drummond. Entre os dirigentes da juventude das federações de sindicatos de servidores públicos municipais que participam do evento estão Nadja Carneiro de Souza (Fetamce Ceará), Miguel de Jesus Pereira (Fetram Maranhão), Geici Mayara Brig (Fetam Santa Catarina), Jenifer Graciele Rodrigues Gomes (Fetam Minas Gerais), Luciana Maria de Melo e João Gabriel (Fetam São Paulo), e Maria Ariadne Moreita Feitosa (Fetam Rio Grande do Norte). Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municiais de São Paulo (Sindsep), Sindicato dos Psicólogos (SinPsi), Federação dos Trabalhadores em Educação das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra), Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs), Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (Seepe), Confederação Nacional dos Servidores Públicos Federais (Condsef), Sindicato dos Trabaladores Públicos na Saúde de Ribeirão Preto (SindSaúde), Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), Confederação Nacional dos Trabalhadores de Saúde e Seguridade Social (CNTSS), e da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) também estão prestigiando a reunião do Comitê de Jovens da ISP, que encerra nesta sexta-feira (04). . Programa:  Justiça Fiscal – Abertura 31/10 das 18 às 21h – Reunião dia 01/11 das 9 às 18h  Comitê de Jovens – 02/11 das 9 às 13h  Remunicipalização de serviços públicos - 02/11 das 14h30 às 18h, 03/11 o dia todo, 04/11 das 9 às 13h  Jornada Continental pela Democracia e Contra o Neoliberalismo – 04/11 à tarde Resumo dos temas Justiça Fiscal – Princípio que defende tributar mais aqueles que têm maior capacidade financeira, questão fundamental para o financiamento dos serviços públicos de qualidade, direitos humanos e para uma sociedade mais justa e igualitária. Comitê de Jovens – Avaliar as ações de 2016 e elaborar a agenda do seguimento para o ano de 2017. Remunicipalização de serviços públicos – Trata-se daqueles serviços que foram privatizados e posteriormente voltaram para as mãos públicas, provando que a privatização não funciona nos serviços de natureza pública. Jornada Continental pela Democracia e Contra o Neoliberalismo – Criada a partir da comemoração dos 10 anos do fim da ALCA, a Jornada é formada por entidades sindicais e movimentos sociais de todo o continente contra o avanço dos novos tratados de livre comércio impulsionados pelas empresas multinacionais, em especial TISA e TPP. No dia 4 de novembro, organizações de todo o continente farão atos em defesa da democracia e contra a retirada de direitos. Site da Jornada: https://seguimosenlucha.wordpress.com/  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.