Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Projeto fortalecerá a política de mulheres do ramo dos servidores municipais

Conforme Carmem, “a CONFETAM está pensando em ações inicialmente internas, dentro dos debates do ramo, como desdobramentos das experiências discutidas nos encontros nacionais”.

Escrito por: • Publicado em: 07/08/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 07/08/2014 - 00:00

Como resultado dos “Encontros Nacionais de Formação para Fortalecimento Político das Mulheres”, curso de formação que está sendo realizado pela CUT em parceria com o Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho (UNICAMP), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM) constrói projeto focado no desenvolvimento de política de empoderamento das mulheres do ramo.
O debate é conduzido pela Secretária de Relações do Trabalho da CONFETAM, Carmem Santiago, que, juntamente com mais cinco dirigentes sindicais do segmento, participam dos Encontros de Formação, que conta com a participação, no total, de 50 mulheres trabalhadoras que recebem formação continuada e sistemática na forma de seis encontros nacionais com o objetivo de adquirir autonomia para construir e multiplicar o diagnóstico da realidade das mulheres em suas regiões, através de seminários distribuídos em 20 localidades compreendendo as cinco regiões do país. O curso já está em seu segundo encontro, que começou na segunda-feira (4) e segue até hoje, quinta-feira (7).
Conforme Carmem, “a CONFETAM está pensando em ações inicialmente internas, dentro dos debates do ramo, como desdobramentos das experiências discutidas nos encontros nacionais”. Segundo a dirigente, está entre as propostas do projeto de formação, o desenvolvimento de debates cerca das relações de trabalho das mulheres, incluindo construção de estatísticas e dados; discussão sobre a igualdade de direitos trabalhistas, apostando nas temáticas de gênero dentro das propostas das negociações coletivas; fortalecimento da pauta do movimento feminista, com vistas a ampliar o debate das políticas públicas para as mulheres, envolvendo temas como participação política, autonomia econômica e compartilhamento das responsabilidades familiares; e a criação de uma intervenção nacional dentro da Marcha das Margaridas.
As propostas das servidoras municipais estão sendo formatadas dentro de um Grupo de Trabalho, criado entre os instrumentos da formação inicial proposta pela CUT. “O planejamento e as nossas ações terão desenho finalizado dentro dos módulos da formação que participamos”, explica Ozaneide de Paula, secretária da mulher trabalhadora da CUT-CE, que também participa do curso.
Cronograma 2014:
3º Encontro - 17 a 20 de novembro
1ª Oficina Nacional - 21 de novembro
Os demais encontros serão realizados em 2015.
Fonte: FETAMCE

Título: Projeto fortalecerá a política de mulheres do ramo dos servidores municipais, Conteúdo: Como resultado dos “Encontros Nacionais de Formação para Fortalecimento Político das Mulheres”, curso de formação que está sendo realizado pela CUT em parceria com o Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho (UNICAMP), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM) constrói projeto focado no desenvolvimento de política de empoderamento das mulheres do ramo. O debate é conduzido pela Secretária de Relações do Trabalho da CONFETAM, Carmem Santiago, que, juntamente com mais cinco dirigentes sindicais do segmento, participam dos Encontros de Formação, que conta com a participação, no total, de 50 mulheres trabalhadoras que recebem formação continuada e sistemática na forma de seis encontros nacionais com o objetivo de adquirir autonomia para construir e multiplicar o diagnóstico da realidade das mulheres em suas regiões, através de seminários distribuídos em 20 localidades compreendendo as cinco regiões do país. O curso já está em seu segundo encontro, que começou na segunda-feira (4) e segue até hoje, quinta-feira (7). Conforme Carmem, “a CONFETAM está pensando em ações inicialmente internas, dentro dos debates do ramo, como desdobramentos das experiências discutidas nos encontros nacionais”. Segundo a dirigente, está entre as propostas do projeto de formação, o desenvolvimento de debates cerca das relações de trabalho das mulheres, incluindo construção de estatísticas e dados; discussão sobre a igualdade de direitos trabalhistas, apostando nas temáticas de gênero dentro das propostas das negociações coletivas; fortalecimento da pauta do movimento feminista, com vistas a ampliar o debate das políticas públicas para as mulheres, envolvendo temas como participação política, autonomia econômica e compartilhamento das responsabilidades familiares; e a criação de uma intervenção nacional dentro da Marcha das Margaridas. As propostas das servidoras municipais estão sendo formatadas dentro de um Grupo de Trabalho, criado entre os instrumentos da formação inicial proposta pela CUT. “O planejamento e as nossas ações terão desenho finalizado dentro dos módulos da formação que participamos”, explica Ozaneide de Paula, secretária da mulher trabalhadora da CUT-CE, que também participa do curso. Cronograma 2014: 3º Encontro - 17 a 20 de novembro 1ª Oficina Nacional - 21 de novembro Os demais encontros serão realizados em 2015. Fonte: FETAMCE



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.