Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Por todo o Brasil, 50 anos da Globo são "descomemorados"

“É uma emissora que prega a liberdade de expressão, mas não a faz na prática"

Escrito por: • Publicado em: 27/04/2015 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 27/04/2015 - 00:00

No último domingo (26), a CUT e diversos movimentos sociais, em todo o Brasil, organizaram atos para “descomemorar” os 50 anos da Rede Globo. As manifestações serviram para relembrar episódios em que a emissora carioca manipulou informações e prestou um desserviço ao País, como no apoio à ditadura.
Em São Paulo, os manifestantes se reuniram na praça General Gentil Falcão, na zona sul, para seguirem em caminhada até a porta da Rede Globo. “É uma emissora que prega a liberdade de expressão, mas não a faz na prática. Prega a diversidade, mas não a faz na prática. Agindo assim a rede Globo deslegitima qualquer processo em defesa da democracia”, afirmou Rosane Bertotti, secretária nacional de Comunicação da CUT e coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC).
O surgimento da Globo já denota a quem ela deveria servir. Fundada no princípio da ditadura militar no Brasil, em 1965, a emissora carioca não poupou esforços para legitimar o regime golpista. Antes, a família Marinho já havia sido atacada pelos brasileiros após o suicídio do ex-presidente Getúlio Vargas, perseguido pelo jornal “O Globo” até o momento de sua morte.
Durante o ato, os manifestantes lembraram que a emissora carioca criminaliza os movimentos sociais e as centrais sindicais. “Nós sempre somos tratados como vândalos, nossos atos estão sempre vazios e os discursos são manipulados pelos repórteres deles", lembrou Jussara Basso, da coordenação nacional do MTST. "Como concessão pública, eles deveriam transmitir ao povo o que está acontecendo, eles devem satisfação ao povo, mas mentem e não são cobrados por isso.”
Veridiana Alimonti, do coletivo Intervozes, também criticou o comportamento da emissora com as lutas populares. “Desde o início nunca se preocupou com diversidade e pluralidade. Embora os movimentos sociais há muito tempo pressionam por uma programação mais diversificada, que não criminalize os movimentos sociais, que não trate a mulher apenas como mercadoria, entre outros. Mas o debate sempre tem dificuldade de avançar porque é sempre tratado pelos meios de comunicação, especialmente, pela Globo, como censura.”

Em São Paulo, passava das 18h quando os manifestantes chegaram à porta da Globo. O direito de resposta que Brizola conquistou na Justiça, e que foi lido ao vivo no Jornal Nacional por Cid Moreira, foi reprisado na rua. No muro da emissora, pichações lembraram o comprimisso da família Marinho com a ditadura militar. "Globo Golpista" e "Assassina" foram outras expressões escritas na parede.
Por todo o País, os 50 anos da Rede Globo foram “descomemorados” durante manifestações populare, confira:
São Paulo/SP
Os paulistanos se concentraram na Praça General Gentil Falcão, às 15h, de onde caminharam até a sede da Globo.
Facebook: https://www.facebook.com/events/373059119549128/
Rio de Janeiro/RJ
O protesto foi na frente do portão de entrada do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. O público que foi assistir o espetáculo de artistas famosos se deparou com denúncias completamente omitidas pelos veículos de comunicação da rede da família Marinho.
http://cutrj.org.br/2013/index.php/noticias/8916-movimentos-sociais-protestam-no-show-de-50-anos-da-globo-no-maracanazinho
Belo Horizonte/MG
A descomemoração aconteceu na Av. Carlos Luz, 800 (próximo à igreja Santa Clara), bairro Caiçara.
Facebook: https://www.facebook.com/events/1598703507052464/
Viçosa/MG
Em Viçosa , o ato descomemoração foi no sábado (25), com panelaço no horário em que a emissora exibiu o "Show dos 50 anos", com início às 22h18
http://ecos-periferia.blogspot.com.br/2015/04/no-aniversario-da-globo-vai-ter.html
Recife/PE
A capital pernambucana descomemou os 50 anos da Globo na Praça do Arsenal, centro do Recife, a partir da 15h.
Facebook: https://www.facebook.com/events/1555845808009455/
https://www.youtube.com/watch?v=XdCo8lEQdzQ&feature=youtu.be
Brasília/DF
Ao som de roda samba e batuques, o ato aconteceu em frente ao prédio da emissora, na capital federal.
Facebook: https://www.facebook.com/events/1422568291383735/
Porto Alegre/RS
Fora Globo/RBS
Arcos da Redenção
26/4, às 14hs
Facebook: https://www.facebook.com/events/1575324696060964/

Título: Por todo o Brasil, 50 anos da Globo são "descomemorados", Conteúdo: No último domingo (26), a CUT e diversos movimentos sociais, em todo o Brasil, organizaram atos para “descomemorar” os 50 anos da Rede Globo. As manifestações serviram para relembrar episódios em que a emissora carioca manipulou informações e prestou um desserviço ao País, como no apoio à ditadura. Em São Paulo, os manifestantes se reuniram na praça General Gentil Falcão, na zona sul, para seguirem em caminhada até a porta da Rede Globo. “É uma emissora que prega a liberdade de expressão, mas não a faz na prática. Prega a diversidade, mas não a faz na prática. Agindo assim a rede Globo deslegitima qualquer processo em defesa da democracia”, afirmou Rosane Bertotti, secretária nacional de Comunicação da CUT e coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). O surgimento da Globo já denota a quem ela deveria servir. Fundada no princípio da ditadura militar no Brasil, em 1965, a emissora carioca não poupou esforços para legitimar o regime golpista. Antes, a família Marinho já havia sido atacada pelos brasileiros após o suicídio do ex-presidente Getúlio Vargas, perseguido pelo jornal “O Globo” até o momento de sua morte. Durante o ato, os manifestantes lembraram que a emissora carioca criminaliza os movimentos sociais e as centrais sindicais. “Nós sempre somos tratados como vândalos, nossos atos estão sempre vazios e os discursos são manipulados pelos repórteres deles, lembrou Jussara Basso, da coordenação nacional do MTST. Como concessão pública, eles deveriam transmitir ao povo o que está acontecendo, eles devem satisfação ao povo, mas mentem e não são cobrados por isso.” Veridiana Alimonti, do coletivo Intervozes, também criticou o comportamento da emissora com as lutas populares. “Desde o início nunca se preocupou com diversidade e pluralidade. Embora os movimentos sociais há muito tempo pressionam por uma programação mais diversificada, que não criminalize os movimentos sociais, que não trate a mulher apenas como mercadoria, entre outros. Mas o debate sempre tem dificuldade de avançar porque é sempre tratado pelos meios de comunicação, especialmente, pela Globo, como censura.” Em São Paulo, passava das 18h quando os manifestantes chegaram à porta da Globo. O direito de resposta que Brizola conquistou na Justiça, e que foi lido ao vivo no Jornal Nacional por Cid Moreira, foi reprisado na rua. No muro da emissora, pichações lembraram o comprimisso da família Marinho com a ditadura militar. Globo Golpista e Assassina foram outras expressões escritas na parede. Por todo o País, os 50 anos da Rede Globo foram “descomemorados” durante manifestações populare, confira: São Paulo/SP Os paulistanos se concentraram na Praça General Gentil Falcão, às 15h, de onde caminharam até a sede da Globo. Facebook: https://www.facebook.com/events/373059119549128/ Rio de Janeiro/RJ O protesto foi na frente do portão de entrada do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. O público que foi assistir o espetáculo de artistas famosos se deparou com denúncias completamente omitidas pelos veículos de comunicação da rede da família Marinho. http://cutrj.org.br/2013/index.php/noticias/8916-movimentos-sociais-protestam-no-show-de-50-anos-da-globo-no-maracanazinho Belo Horizonte/MG A descomemoração aconteceu na Av. Carlos Luz, 800 (próximo à igreja Santa Clara), bairro Caiçara. Facebook: https://www.facebook.com/events/1598703507052464/ Viçosa/MG Em Viçosa , o ato descomemoração foi no sábado (25), com panelaço no horário em que a emissora exibiu o Show dos 50 anos, com início às 22h18 http://ecos-periferia.blogspot.com.br/2015/04/no-aniversario-da-globo-vai-ter.html Recife/PE A capital pernambucana descomemou os 50 anos da Globo na Praça do Arsenal, centro do Recife, a partir da 15h. Facebook: https://www.facebook.com/events/1555845808009455/ https://www.youtube.com/watch?v=XdCo8lEQdzQ&feature=youtu.be Brasília/DF Ao som de roda samba e batuques, o ato aconteceu em frente ao prédio da emissora, na capital federal. Facebook: https://www.facebook.com/events/1422568291383735/ Porto Alegre/RS Fora Globo/RBS Arcos da Redenção 26/4, às 14hs Facebook: https://www.facebook.com/events/1575324696060964/



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.