Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Planilha de evolução de receitas Regional Grande Santa Rosa

O SIMUSC – Sindicato dos Municipários de Santo Cristo está em negociação com a Administração Municipal no que tange a pauta de Reivindicações protocolada já em agosto de 2013.

Escrito por: • Publicado em: 06/02/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 06/02/2014 - 00:00

Foram dois encontros, e estamos aguardando para os próximos dias, ainda em fevereiro, um terceiro encontro. Já tivemos a garantia, que novamente teremos ganho real, além de encaminhamentos em várias outros pontos da pauta. Diante do fechamento das contas de 2013, já publicadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, Santo Cristo gastou 43,73% com pessoal, diminuindo em 1,64% comparado com 2012, mesmo com a entrada de dezenas de trabalhadores novos via concurso, que também foi uma dos pontos de pauta do SIMUSC. Isso somente foi possível por causa da evolução da receita de Santo Cristo que foi de 13,59%.

Veja aqui a planilha
Como podemos ver na planilha acima, mais um ano em que a choradeira dos prefeitos de crise nas finanças dos municípios caiu por terra. A evolução média da receita dos 20 municípios da Região do Grande Santa Rosa ficou em 10,81%. Este índice deveria ser no mínimo o índice da Revisão Geral Anual. A organização dos prefeitos coordenados a nível nacional pela CNM, e aqui no RS pela FAMURS, anualmente tocam o “terror” junto a sociedade para garantir o apoio da opinião pública aos gestores. Concordamos que devemos tratar da questão de um Novo Pacto Federativo, porém não podemos concordar que se afirme o “caos” para justificar a  exploração dos trabalhadores(as) do serviço público municipal.
Estamos organizando planilhas gerais aí de todas as regionais do Rio Grande do Sul, para termos uma visão de conjunto do estado. Porém na planilha acima fica claro, de que a média de gastos de pessoal está longe dos 54% que a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) coloca como gastos possíveis.
Vilson João Weber
Coordenador da Regional do Grande Santa Rosa
FEMERGS/ Integrante  da Direção Nacional da CONFETAM.
 
Título: Planilha de evolução de receitas Regional Grande Santa Rosa, Conteúdo: Foram dois encontros, e estamos aguardando para os próximos dias, ainda em fevereiro, um terceiro encontro. Já tivemos a garantia, que novamente teremos ganho real, além de encaminhamentos em várias outros pontos da pauta. Diante do fechamento das contas de 2013, já publicadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, Santo Cristo gastou 43,73% com pessoal, diminuindo em 1,64% comparado com 2012, mesmo com a entrada de dezenas de trabalhadores novos via concurso, que também foi uma dos pontos de pauta do SIMUSC. Isso somente foi possível por causa da evolução da receita de Santo Cristo que foi de 13,59%. Veja aqui a planilha Como podemos ver na planilha acima, mais um ano em que a choradeira dos prefeitos de crise nas finanças dos municípios caiu por terra. A evolução média da receita dos 20 municípios da Região do Grande Santa Rosa ficou em 10,81%. Este índice deveria ser no mínimo o índice da Revisão Geral Anual. A organização dos prefeitos coordenados a nível nacional pela CNM, e aqui no RS pela FAMURS, anualmente tocam o “terror” junto a sociedade para garantir o apoio da opinião pública aos gestores. Concordamos que devemos tratar da questão de um Novo Pacto Federativo, porém não podemos concordar que se afirme o “caos” para justificar a  exploração dos trabalhadores(as) do serviço público municipal. Estamos organizando planilhas gerais aí de todas as regionais do Rio Grande do Sul, para termos uma visão de conjunto do estado. Porém na planilha acima fica claro, de que a média de gastos de pessoal está longe dos 54% que a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) coloca como gastos possíveis. Vilson João Weber Coordenador da Regional do Grande Santa Rosa FEMERGS/ Integrante  da Direção Nacional da CONFETAM.  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.