Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Pelotas: prefeitura novamente atrasa salários

Mais uma vez se repetiram os problemas no pagamento dos servidores municipais pelo Banco Santander.

Escrito por: • Publicado em: 09/04/2013 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 09/04/2013 - 00:00

Desta vez, mais de cem servidores não receberam seus salários na data anunciada pela Prefeitura, na sexta-feira, dia 05, não sendo verdadeira a informação da Administração Municipal, segundo seu site oficial, de que seriam apenas 60 os funcionários prejudicados.
“Todos os agentes de trânsito, alguns professores, trabalhadores da educação e aposentados não receberam seus vencimentos e mesmo com a informação da Prefeitura de que a Coinpel estaria se esforçando para o pagamento ocorrer ainda na sexta-feira, aqueles que têm portabilidade bancária nem sequer neste dia receberam, aguardando esta possibilidade ainda nesta segunda”, critica Tiago Botelho, diretor do Sindicato dos Municipários de Pelotas.
“Para relembrar, em janeiro houve o atraso no pagamento para todo o conjunto da categoria dos municipários, ou seja, os salários referentes a dezembro foram pagos após o quinto dia útil; no mês de fevereiro o pagamento foi normal; em março alguns servidores também não conseguiram receber até o quinto dia útil e agora neste mês de abril estes problemas se repetiram, deixando alguns municipários sem salário”, salienta Tiago.
“Isto é um absurdo, pois estes servidores têm de arcar com os prejuízos causados pelo fato da Prefeitura não honrar com o pagamento na data anunciada, gerando sempre incerteza e insegurança a estes, pois o atraso tem se tornado uma prática comum nesta gestão, além de provar que desde que o Santander assumiu a folha de pagamento, somente vem ocorrendo prejuízo aos municipários nos seus serviços prestados, sem que o Executivo adote qualquer medida enérgica ou corretiva a fim de sanar definitivamente estes transtornos”, critica mais uma vez o diretor do Simp.
“Não bastassem os cortes nos vencimentos dos servidores que este Governo vem fazendo, a exemplo do vale-alimentação por matrícula, horas extras realizadas e não pagas, não pagamento do incentivo à titulação e difícil acesso, problemas com a utilização do cartão magnético do vale-transporte, dentre outros, além dos baixos salários, que já não são suficientes para seu sustento, o Executivo vai de encontro à política de melhor prestação de serviços à comunidade, penalizando justamente aqueles que movem a máquina pública, que são os servidores”, finaliza Tiago Botelho.
Fonte: SIMPELOTAS

Título: Pelotas: prefeitura novamente atrasa salários, Conteúdo: Desta vez, mais de cem servidores não receberam seus salários na data anunciada pela Prefeitura, na sexta-feira, dia 05, não sendo verdadeira a informação da Administração Municipal, segundo seu site oficial, de que seriam apenas 60 os funcionários prejudicados. “Todos os agentes de trânsito, alguns professores, trabalhadores da educação e aposentados não receberam seus vencimentos e mesmo com a informação da Prefeitura de que a Coinpel estaria se esforçando para o pagamento ocorrer ainda na sexta-feira, aqueles que têm portabilidade bancária nem sequer neste dia receberam, aguardando esta possibilidade ainda nesta segunda”, critica Tiago Botelho, diretor do Sindicato dos Municipários de Pelotas. “Para relembrar, em janeiro houve o atraso no pagamento para todo o conjunto da categoria dos municipários, ou seja, os salários referentes a dezembro foram pagos após o quinto dia útil; no mês de fevereiro o pagamento foi normal; em março alguns servidores também não conseguiram receber até o quinto dia útil e agora neste mês de abril estes problemas se repetiram, deixando alguns municipários sem salário”, salienta Tiago. “Isto é um absurdo, pois estes servidores têm de arcar com os prejuízos causados pelo fato da Prefeitura não honrar com o pagamento na data anunciada, gerando sempre incerteza e insegurança a estes, pois o atraso tem se tornado uma prática comum nesta gestão, além de provar que desde que o Santander assumiu a folha de pagamento, somente vem ocorrendo prejuízo aos municipários nos seus serviços prestados, sem que o Executivo adote qualquer medida enérgica ou corretiva a fim de sanar definitivamente estes transtornos”, critica mais uma vez o diretor do Simp. “Não bastassem os cortes nos vencimentos dos servidores que este Governo vem fazendo, a exemplo do vale-alimentação por matrícula, horas extras realizadas e não pagas, não pagamento do incentivo à titulação e difícil acesso, problemas com a utilização do cartão magnético do vale-transporte, dentre outros, além dos baixos salários, que já não são suficientes para seu sustento, o Executivo vai de encontro à política de melhor prestação de serviços à comunidade, penalizando justamente aqueles que movem a máquina pública, que são os servidores”, finaliza Tiago Botelho. Fonte: SIMPELOTAS



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.