Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Entidades repudiam discurso escravocrata do prefeito de Ipatinga

Na abertura do Fórum Nacional de Dirigentes Municipais de Educação, ele afirmou que “o negro é trabalhador, é dócil, é fiel” e que “o índio não é essas coisas assim, o europeu também não é”

Escrito por: Entidades abaixo subscritas • Publicado em: 21/08/2017 - 14:22 • Última modificação: 21/08/2017 - 14:48 Escrito por: Entidades abaixo subscritas Publicado em: 21/08/2017 - 14:22 Última modificação: 21/08/2017 - 14:48

. .

As entidades, movimentos, instituições e coletivos abaixo signatários vem a público manifestar sua perplexidade e seu repúdio ao discurso proferido pelo Sr. Sebastião de Barros Quintão (PMDB), Prefeito de Ipatinga (MG), durante a abertura do 16º Fórum Nacional de Dirigentes Municipais de Educação, realizada na semana passada. Da mesma forma, exorta a União de Dirigentes Municipais da Educação (UNDIME) a exteriorizar seu posicionamento acerca da postura do chefe do Poder Público municipal de Ipatinga, na certeza de que esta instituição não compactua com o pensamento escravocrata externado por aquele orador.

Na ocasião, o prefeito proferiu discurso retrógrado e preconceituoso em que afirmou que “o negro é trabalhador, é dócil, é fiel” e que “o índio não é essas coisas assim, o europeu também não é”. Neste discurso o referido palestrante repetiu os estereótipos do “negro dócil e trabalhador” e do “índio preguiçoso”, por meio dos quais tergiversou sobre o fato de os negros terem sido trazidos de África à força, explorados, violentados e mortos no processo escravagista. Em um discurso inadmissível, pois remonta à mentalidade escravocrata do Brasil colonial e imperial e provoca indignação, o chefe do Poder Executivo zombou da capacidade crítica do público presente, formado essencialmente por gestores da Educação, e envergonhou àqueles que se esforçam para a construção de um País justo, livre das desigualdades e solidário, onde a negação de direitos seja parte do passado. Além disso, como homem público, presta um enorme desserviço ao renegar os avanços da história do País e da humanidade.

Em um fórum que se propôs a discutir os desafios para a implementação da Lei 13.005/2014 que trata do Plano Nacional de Educação (PNE) – diploma legal responsável por sistematizar conquistas de grupos e movimentos historicamente alijados do direito à educação e à cidadania – beira o cinismo o discurso desqualificado do referido convidado.

A seriedade e o compromisso dos integrantes da UNDIME e a história dessa entidade não se associam, de qualquer forma, a esta postura racista e arcaica do chefe do Poder Executivo do Município de Ipatinga. Assim, esperamos que a UNDIME reforce seu compromisso com a construção de uma educação inclusiva e de oportunidades, que se distancie cada vez mais de preconceitos e estereótipos que ofendem a dignidade humana e são utilizados como argumentos de poder para perpetuar o histórico de desigualdades em nosso País.

Reafirmamos, ainda, nosso compromisso com a história e com a verdade, e nosso respeito às entidades, movimentos, instituições e coletivos que contribuem significativamente para o desenvolvimento de toda a sociedade brasileira, especialmente, por meio da educação.

Assinam:

ABDC Associação Brasileira de Currículo Aliança Nacional LGBTI

Anfope - Associação Nacional pela Formação de Profissionais da Educação

Anpae - Associação Nacional de Política e Administração da Educação Campanha Nacional pelo Direito à Educação

CEDES - Centro de Estudos: Educação e Sociedade

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Comitê Popular em Defesa da Democracia do Vale do Aço

CONFETAM - Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal

CONTAG - Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura

CONTEE- Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino

CUT NACIONAL - Central Única dos Trabalhadores

CUT/MG – Central Única dos Trabalhadores - Minas Gerais

FEEMS - Fórum Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul

FEESP – Fórum Estadual de Educação de São Paulo

FINEDUCA - Associação Nacional de Pesquisas em Financiamento da Educação

FOMEJA – Fórum Mineiro de Educação de Jovens, Adultos e Idosos

Forum Distrital de Educação

Fórum EJA AC Fórum EJA AP Fórum EJA AP

Fórum EJA CE Fórum EJA DF

Fórum EJA MS Fórum EJA MS

Fórum EJA PA

Fórum EJA PR

Fórum EJA RN

Fórum EJA RR

Fórum EJA RS

Fórum EJA SP

Fórum Estadual de Educação do Rio de Janeiro

Genpex - Grupo de Ensino, Pesquisa, Extensão em Educação Popular/FE/UNB

MIEIB - Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil

NEJA - Núcleo de Estudo de Jovens e Adultos: Pesquisa e Formação/UFMG

REDE ESTRADO - Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente

Sind-UTE/MG – Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais

UBM - União Brasileira de Mulheres

Título: Entidades repudiam discurso escravocrata do prefeito de Ipatinga, Conteúdo: As entidades, movimentos, instituições e coletivos abaixo signatários vem a público manifestar sua perplexidade e seu repúdio ao discurso proferido pelo Sr. Sebastião de Barros Quintão (PMDB), Prefeito de Ipatinga (MG), durante a abertura do 16º Fórum Nacional de Dirigentes Municipais de Educação, realizada na semana passada. Da mesma forma, exorta a União de Dirigentes Municipais da Educação (UNDIME) a exteriorizar seu posicionamento acerca da postura do chefe do Poder Público municipal de Ipatinga, na certeza de que esta instituição não compactua com o pensamento escravocrata externado por aquele orador. Na ocasião, o prefeito proferiu discurso retrógrado e preconceituoso em que afirmou que “o negro é trabalhador, é dócil, é fiel” e que “o índio não é essas coisas assim, o europeu também não é”. Neste discurso o referido palestrante repetiu os estereótipos do “negro dócil e trabalhador” e do “índio preguiçoso”, por meio dos quais tergiversou sobre o fato de os negros terem sido trazidos de África à força, explorados, violentados e mortos no processo escravagista. Em um discurso inadmissível, pois remonta à mentalidade escravocrata do Brasil colonial e imperial e provoca indignação, o chefe do Poder Executivo zombou da capacidade crítica do público presente, formado essencialmente por gestores da Educação, e envergonhou àqueles que se esforçam para a construção de um País justo, livre das desigualdades e solidário, onde a negação de direitos seja parte do passado. Além disso, como homem público, presta um enorme desserviço ao renegar os avanços da história do País e da humanidade. Em um fórum que se propôs a discutir os desafios para a implementação da Lei 13.005/2014 que trata do Plano Nacional de Educação (PNE) – diploma legal responsável por sistematizar conquistas de grupos e movimentos historicamente alijados do direito à educação e à cidadania – beira o cinismo o discurso desqualificado do referido convidado. A seriedade e o compromisso dos integrantes da UNDIME e a história dessa entidade não se associam, de qualquer forma, a esta postura racista e arcaica do chefe do Poder Executivo do Município de Ipatinga. Assim, esperamos que a UNDIME reforce seu compromisso com a construção de uma educação inclusiva e de oportunidades, que se distancie cada vez mais de preconceitos e estereótipos que ofendem a dignidade humana e são utilizados como argumentos de poder para perpetuar o histórico de desigualdades em nosso País. Reafirmamos, ainda, nosso compromisso com a história e com a verdade, e nosso respeito às entidades, movimentos, instituições e coletivos que contribuem significativamente para o desenvolvimento de toda a sociedade brasileira, especialmente, por meio da educação. Assinam: ABDC Associação Brasileira de Currículo Aliança Nacional LGBTI Anfope - Associação Nacional pela Formação de Profissionais da Educação Anpae - Associação Nacional de Política e Administração da Educação Campanha Nacional pelo Direito à Educação CEDES - Centro de Estudos: Educação e Sociedade CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação Comitê Popular em Defesa da Democracia do Vale do Aço CONFETAM - Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal CONTAG - Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura CONTEE- Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino CUT NACIONAL - Central Única dos Trabalhadores CUT/MG – Central Única dos Trabalhadores - Minas Gerais FEEMS - Fórum Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul FEESP – Fórum Estadual de Educação de São Paulo FINEDUCA - Associação Nacional de Pesquisas em Financiamento da Educação FOMEJA – Fórum Mineiro de Educação de Jovens, Adultos e Idosos Forum Distrital de Educação Fórum EJA AC Fórum EJA AP Fórum EJA AP Fórum EJA CE Fórum EJA DF Fórum EJA MS Fórum EJA MS Fórum EJA PA Fórum EJA PR Fórum EJA RN Fórum EJA RR Fórum EJA RS Fórum EJA SP Fórum Estadual de Educação do Rio de Janeiro Genpex - Grupo de Ensino, Pesquisa, Extensão em Educação Popular/FE/UNB MIEIB - Movimento Interfóruns de Educação Infantil do Brasil NEJA - Núcleo de Estudo de Jovens e Adultos: Pesquisa e Formação/UFMG REDE ESTRADO - Rede Latino-Americana de Estudos sobre Trabalho Docente Sind-UTE/MG – Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais UBM - União Brasileira de Mulheres



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.