Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Manifestantes fecham Eixo Monumental em ato contra PEC do teto de gastos

Alunos de escolas públicas, institutos federais e servidores fecharam todas as faixas no sentido Congresso Nacional

Escrito por: Portal G1 • Publicado em: 25/10/2016 - 10:20 • Última modificação: 26/10/2016 - 19:12 Escrito por: Portal G1 Publicado em: 25/10/2016 - 10:20 Última modificação: 26/10/2016 - 19:12

Mateus Vidigal/G1 Manifestantes se concentram em frente ao Congresso Nacional

Estudantes de institutos federais, escolas públicas e servidores realizaram um ato neste segunda-feira (24) contra o Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que congela os gastos públicos por 20 anos. Os participantes ocuparam as seis faixas do Eixo Monunental, no sentido Congresso Nacional. Houve retenção no trânsito.

O grupo se concentrou entre a Biblioteca Nacional e o Museu da República, a partir de 18h. Os participantes levaram faixas com os dizeres "construindo a greve geral", "nenhum direito a menos", "estamos em greve contra a PEC 241" e "Temer assassino da educação".

Eles  também cantaram músicas e entoaram gritos de protesto como "para acabar com a precarização, greve geral na educação!" e "não vai ter PEC, vai ter luta, não vai ter PEC, vem pra rua". De acordo com os organizadores, 600 pessoas estiveram presentes na manifestação. A Polícia Militar estimou 200 manifestantes.

Pouco antes das 20h, o trânsito foi desviado para o sentido rodoviária do Plano Piloto. Os organizadores pediram para os participantes ocuparem apenas duas das seis faixas da via, mas os manifestantes respondiam que não. "Ocupa tudo", diziam.

Após a concentração, os manifestantes caminharam em direção ao Congresso Nacional e permaneceram no gramado em frente ao espelho d'água próximo às cúpulas da Câmara Federal e do Senado. No local, eles criticaram o presidente Michel Temer dizendo "empurra que ele cai" e "golpistas, facistas, não passarão".

Por volta das 20h30, o grupo iniciou um bloqueio no acesso de veículos à Chapelaria do Congresso. Neste horário, o trânsito estava retido na altura do Palácio do Itamaraty.

Pouco depois das 21h, os manifestantes decidiram retornar no sentido rodoviária do Plano Piloto. Também na volta, o grupo ocupou as seis vias do Eixo Monumental. Às 21h30 foram liberadas duas faixas.
 

Título: Manifestantes fecham Eixo Monumental em ato contra PEC do teto de gastos, Conteúdo: Estudantes de institutos federais, escolas públicas e servidores realizaram um ato neste segunda-feira (24) contra o Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que congela os gastos públicos por 20 anos. Os participantes ocuparam as seis faixas do Eixo Monunental, no sentido Congresso Nacional. Houve retenção no trânsito. O grupo se concentrou entre a Biblioteca Nacional e o Museu da República, a partir de 18h. Os participantes levaram faixas com os dizeres construindo a greve geral, nenhum direito a menos, estamos em greve contra a PEC 241 e Temer assassino da educação. Eles  também cantaram músicas e entoaram gritos de protesto como para acabar com a precarização, greve geral na educação! e não vai ter PEC, vai ter luta, não vai ter PEC, vem pra rua. De acordo com os organizadores, 600 pessoas estiveram presentes na manifestação. A Polícia Militar estimou 200 manifestantes. Pouco antes das 20h, o trânsito foi desviado para o sentido rodoviária do Plano Piloto. Os organizadores pediram para os participantes ocuparem apenas duas das seis faixas da via, mas os manifestantes respondiam que não. Ocupa tudo, diziam. Após a concentração, os manifestantes caminharam em direção ao Congresso Nacional e permaneceram no gramado em frente ao espelho dágua próximo às cúpulas da Câmara Federal e do Senado. No local, eles criticaram o presidente Michel Temer dizendo empurra que ele cai e golpistas, facistas, não passarão. Por volta das 20h30, o grupo iniciou um bloqueio no acesso de veículos à Chapelaria do Congresso. Neste horário, o trânsito estava retido na altura do Palácio do Itamaraty. Pouco depois das 21h, os manifestantes decidiram retornar no sentido rodoviária do Plano Piloto. Também na volta, o grupo ocupou as seis vias do Eixo Monumental. Às 21h30 foram liberadas duas faixas.  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.