Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Mais brasileiros se dizem confiantes no emprego

Apesar de sinais pessimistas para a economia, cresce o número de brasileiros confiantes no emprego, segundo recente pesquisa Datafolha.

Escrito por: • Publicado em: 18/07/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 18/07/2014 - 00:00

Pesquisa Datafolha aponta que 70% dos entrevistados acreditam que não correm o risco de serem demitidos; no início de abril, taxa era de 61%; além disso, segue estável a expectativa de aumento do desemprego, compartilhada por 43%; quanto ao cenário econômico, caiu de 64% para 58% o percentual dos que acham que a inflação pode aumentar; apesar de 32% apostarem que a economia do país tende a piorar
Estudo aponta que 70% dos entrevistados acreditam que não correm o risco de serem demitidos. No início de abril, taxa era de 61%. O índice dos que acham que correm algum risco de ser mandados embora também recuou, de 27% para 20%, entre abril e agora.
Além disso, segue estável a expectativa de aumento do desemprego. Compartilhada por 43% dos entrevistados no início de julho, ela oscilou para 42% no levantamento atual.
Quanto ao cenário econômico, caiu de 64% para 58% o percentual dos que acham que a inflação pode aumentar. No entanto, voltou a subir a expectativa de que a economia do país iria piorar, de 29% no início de julho e para 32% agora.
Fonte: Brasil 247

Título: Mais brasileiros se dizem confiantes no emprego, Conteúdo: Pesquisa Datafolha aponta que 70% dos entrevistados acreditam que não correm o risco de serem demitidos; no início de abril, taxa era de 61%; além disso, segue estável a expectativa de aumento do desemprego, compartilhada por 43%; quanto ao cenário econômico, caiu de 64% para 58% o percentual dos que acham que a inflação pode aumentar; apesar de 32% apostarem que a economia do país tende a piorar Estudo aponta que 70% dos entrevistados acreditam que não correm o risco de serem demitidos. No início de abril, taxa era de 61%. O índice dos que acham que correm algum risco de ser mandados embora também recuou, de 27% para 20%, entre abril e agora. Além disso, segue estável a expectativa de aumento do desemprego. Compartilhada por 43% dos entrevistados no início de julho, ela oscilou para 42% no levantamento atual. Quanto ao cenário econômico, caiu de 64% para 58% o percentual dos que acham que a inflação pode aumentar. No entanto, voltou a subir a expectativa de que a economia do país iria piorar, de 29% no início de julho e para 32% agora. Fonte: Brasil 247



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.