Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Jornada de Lutas da Juventude reforça agenda de mobilizações

Atos convocados em conjunto com os movimentos sociais protestam contra a terceirização

Escrito por: • Publicado em: 07/04/2015 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 07/04/2015 - 00:00

As organizações que compõem o núcleo operativo da Jornada de Lutas da Juventude reuniram-se na quinta-feira, dia 02, na sede da CUT, em São Paulo, para definir suas próximas mobilizações. Atentos ao acirramento político no País, os movimentos reafirmaram a importância da unidade, que caracteriza a Jornada desde seu surgimento, em 2013, e que ganha relevância cada vez maior nesse cenário.
O indicativo tirado na reunião é participar de todas as principais manifestações já convocadas até 1º de maio. A série de lutas que deve contar com a irreverência e a combatividade da juventude será retomada no próximo dia 7, em Brasília, em defesa da democracia e contra a PEC 4330, que amplia a terceirização e precariza o mercado de trabalho.
Nas duas próximas semanas, o foco será a Jornada de Lutas pelo Fortalecimento do Ensino Técnico. Convocadas pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), essas mobilizações deverão ocorrer em 70 Institutos Federais e em dezenas de escolas técnicas estaduais em todo Brasil, culminando com uma grande manifestação, também em Brasília.
No mês que marca a comemoração de cinco décadas da TV Globo a serviço de golpes e intervenções na democracia, a juventude não poderia deixar essa pauta passar em branco. No dia 26, se somará a várias outras organizações em atos e manifestações denunciando o papel que a emissora joga para obstruir o avanço das camadas populares e para impeo aprofundamento da democracia brasileira. Destacar a relação da Globo com o golpismo, a Ditadura Militar, a sonegação fiscal e o caso HSBC e chamar atenção para a democratização da mídia devem ser os pontos reivindicados nessa data.
Os movimentos definiram o calendário de atividades que incluem plenárias, debates, atos em universidades e sindicatos, a fim de reunir academia, mídia alternativa, movimentos sociais e os mais diversos setores da sociedade nessa campanha.
No 1º de maio, Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, a Jornada de Lutas da Juventude incrementará os atos convocados em conjunto com os movimentos sociais. A bandeira da juventude nessa data será combater o retrocesso e exigir mais avanços!
Ao longo de todas essas agendas, a Jornada de Lutas da Juventude permanecerá pautando o combate à PEC 171, que reduz a maioridade penal para 16 anos. Aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, essa medida demanda ampla mobilização de parlamentares, artistas, intelectuais, movimentos sociais e juventudes partidárias para que possa ser barrada.
Com informações da Secretaria Nacional de Comunicação

Título: Jornada de Lutas da Juventude reforça agenda de mobilizações, Conteúdo: As organizações que compõem o núcleo operativo da Jornada de Lutas da Juventude reuniram-se na quinta-feira, dia 02, na sede da CUT, em São Paulo, para definir suas próximas mobilizações. Atentos ao acirramento político no País, os movimentos reafirmaram a importância da unidade, que caracteriza a Jornada desde seu surgimento, em 2013, e que ganha relevância cada vez maior nesse cenário. O indicativo tirado na reunião é participar de todas as principais manifestações já convocadas até 1º de maio. A série de lutas que deve contar com a irreverência e a combatividade da juventude será retomada no próximo dia 7, em Brasília, em defesa da democracia e contra a PEC 4330, que amplia a terceirização e precariza o mercado de trabalho. Nas duas próximas semanas, o foco será a Jornada de Lutas pelo Fortalecimento do Ensino Técnico. Convocadas pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), essas mobilizações deverão ocorrer em 70 Institutos Federais e em dezenas de escolas técnicas estaduais em todo Brasil, culminando com uma grande manifestação, também em Brasília. No mês que marca a comemoração de cinco décadas da TV Globo a serviço de golpes e intervenções na democracia, a juventude não poderia deixar essa pauta passar em branco. No dia 26, se somará a várias outras organizações em atos e manifestações denunciando o papel que a emissora joga para obstruir o avanço das camadas populares e para impeo aprofundamento da democracia brasileira. Destacar a relação da Globo com o golpismo, a Ditadura Militar, a sonegação fiscal e o caso HSBC e chamar atenção para a democratização da mídia devem ser os pontos reivindicados nessa data. Os movimentos definiram o calendário de atividades que incluem plenárias, debates, atos em universidades e sindicatos, a fim de reunir academia, mídia alternativa, movimentos sociais e os mais diversos setores da sociedade nessa campanha. No 1º de maio, Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, a Jornada de Lutas da Juventude incrementará os atos convocados em conjunto com os movimentos sociais. A bandeira da juventude nessa data será combater o retrocesso e exigir mais avanços! Ao longo de todas essas agendas, a Jornada de Lutas da Juventude permanecerá pautando o combate à PEC 171, que reduz a maioridade penal para 16 anos. Aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, essa medida demanda ampla mobilização de parlamentares, artistas, intelectuais, movimentos sociais e juventudes partidárias para que possa ser barrada. Com informações da Secretaria Nacional de Comunicação



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.