Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

IV Congresso da Fetam Sergipe elege nova direção

Sindicatos municipais elegem como bandeiras prioritárias a transparência, a democracia, a ampliação do financiamento e de políticas públicas.

Escrito por: Assessoria de Comunicação CUT/SE • Publicado em: 24/07/2018 - 18:26 • Última modificação: 24/07/2018 - 19:01 Escrito por: Assessoria de Comunicação CUT/SE Publicado em: 24/07/2018 - 18:26 Última modificação: 24/07/2018 - 19:01

. Itanamara Guedes foi reeleita presidenta da FETAM para mais um mandato

O IV Congresso da Federação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Sergipe (FETAM/SE) reuniu 53 lideranças sindicais de todo estado na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) no último sábado, dia 21 de julho. A programação proporcionou discussão e reflexão sobre a conjuntura nacional, estadual, além do debate sobre o orçamento público municipal, através das palestras ministradas por Rubens Marques (presidente licenciado da CUT/SE) e Alexandre Sampaio (DIEESE/DF).

O secretário de Igualdade Racial da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Paulo Freitas, representou a entidade no evento. Ele levou a saudação do Ramo dos Municipais CUTistas aos participantes do IV Congresso da Fetam/SE. 

Nova direção

Dirigente do SINDISERVE GLÓRIA e secretária de Políticas Sociais da CUT/SE, Itanamara Guedes foi reeleita como presidente da FETAM para mais um mandato, tendo Rubens Marques (Dudu) como vice-presidente da federação. “A nova diretoria eleita para este mandato que se inicia tem o caráter plural e conta com a presença de representantes de diversos sindicatos de todas as regiões de Sergipe. Estamos dispostos a dar continuidade à luta pela defesa dos servidores públicos municipais. Nos últimos quatro anos, a federação se consolidou como instrumento imprescindível no processo de organização e de luta dos servidores municipais em defesa de políticas públicas, da democracia e de uma sociedade pautada pelos princípios da liberdade e justiça”, declarou a presidente reeleita.

No balanço da atuação da FETAM foram destacados: a ampliação do número de sindicatos filiados, com a fundação e reorganização de alguns sindicatos; estreitamento dos laços com sindicatos municipais, fortalecendo a solidariedade e intensificando as lutas construídas coletivamente, a exemplo da campanha estadual "Pela Valorização do Servidor Municipal"; implantação do PCCS; defesa de concursos públicos, transparência; a construção da política de formação sindical; e também apresentaram a plataforma política eleitoral construída pela FETAM para pautar as eleições municipais com as proposituras do movimento sindical nos diversos municípios sergipanos. Na ocasião, a FETAM enfatizou a luta para que as gestões municipais cumprissem a Lei de Acesso à Informação.

O resgate dos 12 anos de história da FETAM foi marcado por homenagem aos diretores da CUT: Dudu, Ivônia, Góis, a deputada estadual Ana Lúcia e à secretária Cleonice Cardoso, a "Cléo", que colaboraram com a fundação da federação e de sindicatos municipais, assim como o apoio constante às lutas dos servidores.

Norte de Luta

Para o futuro da federação, os delegados aprovaram um plano de lutas dividido em dois eixos. O primeiro foca a necessidade de dar continuidade à parceria da FETAM com a CUT e demais organizações políticas para derrotar o golpe e a agenda neoliberal (a exemplo da EC 95 e da antirreforma trabalhista) e reconstruir o Estado Democrático de Direito. O segundo eixo reafirmou a necessidade de aprofundar as ações de fortalecimento organizativo, político, administrativo, financeiro, de comunicação e de formação sindical da federação e dos sindicatos.

Participaram do Congresso da FETAM dirigentes dos sindicatos SINDISERVE SÃO FRANCISCO, SINDSEMB (Boquim), SINDSEME (Estância), SINDSLUZI (Sta Luzia do Itanhi), SINDACSEI (Agentes Comunitários – Itabaiana), SINDIPEMA (Professores – Aracaju), SINDAMPARO (Amparo do S. Francisco), SINDISOCORRO (N. Sra. do Socorro), SINDISERV PROPRIÁ, SINDISERV POÇO VERDE, SINDICANHOBA, SINDIPOÇO REDONDO, SINDIPASTORA, SINDIPEDRINHAS, SINDILAGARTO, SINDIBRITO (Campo do Brito), SINDISERV CANINDÉ, SINTESE (Professores – Sergipe), SINTEGRE (Monte Alegre), SINDISERVE GLÓRIA e SINDICARIRA. Além dos dirigentes sindicais e dos homenageados, também contou com a presença dos diretores da CUT, dirigentes do SINDIJUS, do movimento Atitude, o vereador Iran Barbosa, o técnico do DIEESE Luís Moura, a presidente do CRESS/SE Joana Rita e o presidente licenciado da OAB/SE Henry Clay.

Nova direção da FETAM/SE

Além de Itanamara e Dudu como presidente e vice, o novo mandato da FETAM que se inicia tem como dirigentes Edemilson Balbino, João Fonseca, Emanoel Aleixo, Andreson Francisco, Cláudio Barros, Joaquim Alves, Jailton Santos, Jackson Ribeiro, José Elias da Silva, Pedro Silvino, Givaldo Santos, André Luiz, Vanessa Ferreira, Wellington do Espírito Santo, Rosana Menezes, Nailma Monteiro e Joel Dias.

Edição Déborah Lima

Título: IV Congresso da Fetam Sergipe elege nova direção, Conteúdo: O IV Congresso da Federação dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Sergipe (FETAM/SE) reuniu 53 lideranças sindicais de todo estado na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) no último sábado, dia 21 de julho. A programação proporcionou discussão e reflexão sobre a conjuntura nacional, estadual, além do debate sobre o orçamento público municipal, através das palestras ministradas por Rubens Marques (presidente licenciado da CUT/SE) e Alexandre Sampaio (DIEESE/DF). O secretário de Igualdade Racial da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Paulo Freitas, representou a entidade no evento. Ele levou a saudação do Ramo dos Municipais CUTistas aos participantes do IV Congresso da Fetam/SE.  Nova direção Dirigente do SINDISERVE GLÓRIA e secretária de Políticas Sociais da CUT/SE, Itanamara Guedes foi reeleita como presidente da FETAM para mais um mandato, tendo Rubens Marques (Dudu) como vice-presidente da federação. “A nova diretoria eleita para este mandato que se inicia tem o caráter plural e conta com a presença de representantes de diversos sindicatos de todas as regiões de Sergipe. Estamos dispostos a dar continuidade à luta pela defesa dos servidores públicos municipais. Nos últimos quatro anos, a federação se consolidou como instrumento imprescindível no processo de organização e de luta dos servidores municipais em defesa de políticas públicas, da democracia e de uma sociedade pautada pelos princípios da liberdade e justiça”, declarou a presidente reeleita. No balanço da atuação da FETAM foram destacados: a ampliação do número de sindicatos filiados, com a fundação e reorganização de alguns sindicatos; estreitamento dos laços com sindicatos municipais, fortalecendo a solidariedade e intensificando as lutas construídas coletivamente, a exemplo da campanha estadual Pela Valorização do Servidor Municipal; implantação do PCCS; defesa de concursos públicos, transparência; a construção da política de formação sindical; e também apresentaram a plataforma política eleitoral construída pela FETAM para pautar as eleições municipais com as proposituras do movimento sindical nos diversos municípios sergipanos. Na ocasião, a FETAM enfatizou a luta para que as gestões municipais cumprissem a Lei de Acesso à Informação. O resgate dos 12 anos de história da FETAM foi marcado por homenagem aos diretores da CUT: Dudu, Ivônia, Góis, a deputada estadual Ana Lúcia e à secretária Cleonice Cardoso, a Cléo, que colaboraram com a fundação da federação e de sindicatos municipais, assim como o apoio constante às lutas dos servidores. Norte de Luta Para o futuro da federação, os delegados aprovaram um plano de lutas dividido em dois eixos. O primeiro foca a necessidade de dar continuidade à parceria da FETAM com a CUT e demais organizações políticas para derrotar o golpe e a agenda neoliberal (a exemplo da EC 95 e da antirreforma trabalhista) e reconstruir o Estado Democrático de Direito. O segundo eixo reafirmou a necessidade de aprofundar as ações de fortalecimento organizativo, político, administrativo, financeiro, de comunicação e de formação sindical da federação e dos sindicatos. Participaram do Congresso da FETAM dirigentes dos sindicatos SINDISERVE SÃO FRANCISCO, SINDSEMB (Boquim), SINDSEME (Estância), SINDSLUZI (Sta Luzia do Itanhi), SINDACSEI (Agentes Comunitários – Itabaiana), SINDIPEMA (Professores – Aracaju), SINDAMPARO (Amparo do S. Francisco), SINDISOCORRO (N. Sra. do Socorro), SINDISERV PROPRIÁ, SINDISERV POÇO VERDE, SINDICANHOBA, SINDIPOÇO REDONDO, SINDIPASTORA, SINDIPEDRINHAS, SINDILAGARTO, SINDIBRITO (Campo do Brito), SINDISERV CANINDÉ, SINTESE (Professores – Sergipe), SINTEGRE (Monte Alegre), SINDISERVE GLÓRIA e SINDICARIRA. Além dos dirigentes sindicais e dos homenageados, também contou com a presença dos diretores da CUT, dirigentes do SINDIJUS, do movimento Atitude, o vereador Iran Barbosa, o técnico do DIEESE Luís Moura, a presidente do CRESS/SE Joana Rita e o presidente licenciado da OAB/SE Henry Clay. Nova direção da FETAM/SE Além de Itanamara e Dudu como presidente e vice, o novo mandato da FETAM que se inicia tem como dirigentes Edemilson Balbino, João Fonseca, Emanoel Aleixo, Andreson Francisco, Cláudio Barros, Joaquim Alves, Jailton Santos, Jackson Ribeiro, José Elias da Silva, Pedro Silvino, Givaldo Santos, André Luiz, Vanessa Ferreira, Wellington do Espírito Santo, Rosana Menezes, Nailma Monteiro e Joel Dias. Edição Déborah Lima



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.