Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Guardas Civis de São José dos Campos aprovam fim da greve depois de Prefeitura atender 80% das reivindicações

De braços cruzados desde 1º de fevereiro, profissionais deliberaram por retornar ao trabalho hoje e continuar negociando reivindicações ainda não atendidas. Os dias parados não serão descontados.

Escrito por: SINDSERV/SJC • Publicado em: 05/02/2016 - 14:44 • Última modificação: 15/02/2016 - 16:05 Escrito por: SINDSERV/SJC Publicado em: 05/02/2016 - 14:44 Última modificação: 15/02/2016 - 16:05

. Eles conquistaram vitórias importantes, como a adequação das escalas e a implementação da carreira

Pela primeira vez na história, a Guarda Civil Municipal (GCM) entrou em greve no municípios de São José dos Campos. A luta valeu a pena e os guardas garantiram vitórias importantes, como a adequação das escalas, a implementação da carreira, alterações na Lei 359 e mais investimentos na GCM. 

A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de São José dos Campos (SINDSERV/SJC) e a Comissão da Guarda foram recebidos pela Prefeitura para negociar nesta quarta (3) e quinta-feira (4). O resultado da negociação foi submetido aos guardas, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada na sede do SINDSERV/SJC, na tarde desta quinta-feira (4). 

Todos os guardas presentes na AGE votaram pelo fim da greve, a partir de hoje (5), e pela continuidade das negociações no que se refere a outras reivindicações ainda não atendidas. A Administração Municipal se comprometeu a atender cerca de 80% das reivindicações. O Sindicato conseguiu negociar ainda os dias parados, que não serão descontados, mas compensados.

A paralisação histórica da GCM teve início no dia 1º de fevereiro e contou com uma boa adesão dos trabalhadores. O Sindicato espera que essa mobilização sirva de exemplo aos demais servidores municipais durante a Campanha Salarial 2016, que terá início em março, pois sem luta e união não há conquistas.

Título: Guardas Civis de São José dos Campos aprovam fim da greve depois de Prefeitura atender 80% das reivindicações, Conteúdo: Pela primeira vez na história, a Guarda Civil Municipal (GCM) entrou em greve no municípios de São José dos Campos. A luta valeu a pena e os guardas garantiram vitórias importantes, como a adequação das escalas, a implementação da carreira, alterações na Lei 359 e mais investimentos na GCM.  A diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de São José dos Campos (SINDSERV/SJC) e a Comissão da Guarda foram recebidos pela Prefeitura para negociar nesta quarta (3) e quinta-feira (4). O resultado da negociação foi submetido aos guardas, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada na sede do SINDSERV/SJC, na tarde desta quinta-feira (4).  Todos os guardas presentes na AGE votaram pelo fim da greve, a partir de hoje (5), e pela continuidade das negociações no que se refere a outras reivindicações ainda não atendidas. A Administração Municipal se comprometeu a atender cerca de 80% das reivindicações. O Sindicato conseguiu negociar ainda os dias parados, que não serão descontados, mas compensados. A paralisação histórica da GCM teve início no dia 1º de fevereiro e contou com uma boa adesão dos trabalhadores. O Sindicato espera que essa mobilização sirva de exemplo aos demais servidores municipais durante a Campanha Salarial 2016, que terá início em março, pois sem luta e união não há conquistas.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.