Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Frente Contra Escola Sem Partido aprova manifesto e organiza lançamento

Documento pode ser assinado previamente ao lançamento da Frente até as 20h desta sexta-feira (08/07)

Escrito por: Ascom Sinasefe • Publicado em: 08/07/2016 - 15:57 • Última modificação: 11/07/2016 - 15:48 Escrito por: Ascom Sinasefe Publicado em: 08/07/2016 - 15:57 Última modificação: 11/07/2016 - 15:48

. .

Com o objetivo de organizar o lançamento da Frente Contra o Projeto Escola Sem Partido e aprovar seu respectivo manifesto, diversas entidades se reuniram no Rio de Janeiro-RJ nesta quinta-feira (07/07). Confetam, SINASEFE, Andes , CNTE, CUT, Fasubra, Fenet, Intersindical, Sinpro-RJ, dentre outras entidades, participaram do encontro. Além de aprovar o documento convocatório da Frente e diversos detalhes da atividade, a reunião demonstrou a disposição de luta por uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade e pela garantia da pluralidade no ambiente educacional.

Manifesto

Expressando veemente repúdio ao PL 867/2015, denominado Escola Sem Partido, o documento denuncia o caráter de censura e patrulhamento ideológico da medida. "Não são mais suficientes as iniciativas isoladas, não basta mais levantar a voz no espaço de nossas casas ou mesmo em nossas salas de aula é necessário uma ampla organização. É hora de reunir todas as entidades, sindicatos, associações, partidos, organizações da sociedade civil, parlamentares, etc., ombro a ombro contra esse insulto à democracia e aos anos de chumbo", afirma o manifesto. Baixe e leia a íntegra aqui. O manifesto ainda está aberto para assinaturas prévias ao lançamento até as 20h desta sexta-feira (08/07).

Transmissão

O lançamento da Frente será transmitido em tempo real pela internet, no canal do SINASEFE no You Tube: www.youtube.com/canalsinasefe, possibilitando assim o acompanhamento deste importante debate pela rede mundial de computadores. Divulgue esta informação e ajude a difundir e articular a luta contra este projeto abusivo.

Horário, local e mesa de abertura

A partir das discussões realizadas, ainda poderá ocorrer modificação de horário e local da atividade, existe possibilidade de transferência para as 17h do dia 13/07. Até o final desta sexta-feira serão confirmadas e divulgadas estas informações. A composição da mesa dos trabalhos foi definida, por consenso, da seguinte forma: seis entidades nacionais da Educação, quatro frentes de luta, seis entidades estudantis, quatro centrais sindicais e dois convidados.

Comissões e custos

Otimizando a divisão de tarefas da Frente, duas comissões de trabalho foram criadas: Organização e Comunicação. Outra deliberação foi o rateio dos custos do evento entre as entidades. .

Por compreendermos a relevância e importância da mobilização de todos no combate ao Projeto Escola Sem Partido, reforçamos a necessidade de que as Federações filiadas e os Sindicatos de base participem desta atividade.

A sugestão para os que não podem comparecer é que a transmissão seja disponibilizada nos locais mais afastados para que a mensagem contra este nefasto projeto seja amplificado para todo país.

Título: Frente Contra Escola Sem Partido aprova manifesto e organiza lançamento, Conteúdo: Com o objetivo de organizar o lançamento da Frente Contra o Projeto Escola Sem Partido e aprovar seu respectivo manifesto, diversas entidades se reuniram no Rio de Janeiro-RJ nesta quinta-feira (07/07). Confetam, SINASEFE, Andes , CNTE, CUT, Fasubra, Fenet, Intersindical, Sinpro-RJ, dentre outras entidades, participaram do encontro. Além de aprovar o documento convocatório da Frente e diversos detalhes da atividade, a reunião demonstrou a disposição de luta por uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade e pela garantia da pluralidade no ambiente educacional. Manifesto Expressando veemente repúdio ao PL 867/2015, denominado Escola Sem Partido, o documento denuncia o caráter de censura e patrulhamento ideológico da medida. Não são mais suficientes as iniciativas isoladas, não basta mais levantar a voz no espaço de nossas casas ou mesmo em nossas salas de aula é necessário uma ampla organização. É hora de reunir todas as entidades, sindicatos, associações, partidos, organizações da sociedade civil, parlamentares, etc., ombro a ombro contra esse insulto à democracia e aos anos de chumbo, afirma o manifesto. Baixe e leia a íntegra aqui. O manifesto ainda está aberto para assinaturas prévias ao lançamento até as 20h desta sexta-feira (08/07). Transmissão O lançamento da Frente será transmitido em tempo real pela internet, no canal do SINASEFE no You Tube: www.youtube.com/canalsinasefe, possibilitando assim o acompanhamento deste importante debate pela rede mundial de computadores. Divulgue esta informação e ajude a difundir e articular a luta contra este projeto abusivo. Horário, local e mesa de abertura A partir das discussões realizadas, ainda poderá ocorrer modificação de horário e local da atividade, existe possibilidade de transferência para as 17h do dia 13/07. Até o final desta sexta-feira serão confirmadas e divulgadas estas informações. A composição da mesa dos trabalhos foi definida, por consenso, da seguinte forma: seis entidades nacionais da Educação, quatro frentes de luta, seis entidades estudantis, quatro centrais sindicais e dois convidados. Comissões e custos Otimizando a divisão de tarefas da Frente, duas comissões de trabalho foram criadas: Organização e Comunicação. Outra deliberação foi o rateio dos custos do evento entre as entidades. . Por compreendermos a relevância e importância da mobilização de todos no combate ao Projeto Escola Sem Partido, reforçamos a necessidade de que as Federações filiadas e os Sindicatos de base participem desta atividade. A sugestão para os que não podem comparecer é que a transmissão seja disponibilizada nos locais mais afastados para que a mensagem contra este nefasto projeto seja amplificado para todo país.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.