Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Em Estado de Greve, servidores de Xaxim realizam protesto durante Desfile Cívico

Com uma enorme faixa contendo as reivindicações da categoria, servidores chamaram a atenção da população e do prefeito do município catarinense.

Escrito por: SITESPM-CHR • Publicado em: 11/09/2017 - 15:36 • Última modificação: 12/09/2017 - 17:19 Escrito por: SITESPM-CHR Publicado em: 11/09/2017 - 15:36 Última modificação: 12/09/2017 - 17:19

SITESPM-CHR Servidores protestaram contra o prefeito Lírio Dagort, que não pagou a reposição salarial

O dia mal tinha amanhecido e já havia servidores em Estado de Greve guardando lugar para manifestação que aconteceria durante o Desfile do 7 de Setembro no município de Xaxim, no Estado de Santa Catarina. 

Pouco antes do desfile iniciar, os servidores presentes no ato de protesto estenderam uma faixa em frente ao coreto onde as lideranças políticas estiveram presentes, inclusive o prefeito Lírio Dagort (PSD) que continua sem pagar a reposição salarial dos servidores e sem negociar com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Chapecó e Região (SITESPM-CHR).

Esse foi o motivo dos servidores e dirigentes do Sindicato madrugarem no 7 de Setembro para acompanhar e protestar durante o Desfile Cívico. O Sindicato fez contato com diversas empresas de Chapecó e Região para fixar um outdoor na cidade, mas as empresas se negaram a fazer essa divulgação, por isso, os servidores decidiram manter o material do outdoor e utilizá-lo durante o desfile de 7 de Setembro. 

O material chamou a atenção dos participantes do desfile que ficaram interessados e alguns perguntavam do que se tratava o material. O outdoor resgata as reivindicações que a categoria fez ao prefeito e o aumento das receitas no município, o que dá condições de o prefeito pagar o que deve aos servidores. 

O que os servidores reivindicam ao prefeito Lírio Dagort: 

1- Reposição dos servidores de 3,99%: data-base maio 2017;
2- Reajuste dos professores de 7,64% em respeito a Lei do Piso Nacional do Magistério;
3- Última parcela da defasagem dos servidores de 2016 de 3,47%;
4- Última parcela do reajuste dos professores de 2016 de 4,47%;
5- Cumprimento da Lei nº168/2015 que concedeu aumento à Equipe de Enfermagem;
6- Pagamento do aumento da Regência de Classe de 2%;
7- Pagamento da progressão aos professores de 2%;
8- Progressão por tempo de serviço de 1% para todos os servidores que deveria ter sigo paga em maio/2017, conforme Lei Municipal.

Título: Em Estado de Greve, servidores de Xaxim realizam protesto durante Desfile Cívico, Conteúdo: O dia mal tinha amanhecido e já havia servidores em Estado de Greve guardando lugar para manifestação que aconteceria durante o Desfile do 7 de Setembro no município de Xaxim, no Estado de Santa Catarina.  Pouco antes do desfile iniciar, os servidores presentes no ato de protesto estenderam uma faixa em frente ao coreto onde as lideranças políticas estiveram presentes, inclusive o prefeito Lírio Dagort (PSD) que continua sem pagar a reposição salarial dos servidores e sem negociar com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Chapecó e Região (SITESPM-CHR). Esse foi o motivo dos servidores e dirigentes do Sindicato madrugarem no 7 de Setembro para acompanhar e protestar durante o Desfile Cívico. O Sindicato fez contato com diversas empresas de Chapecó e Região para fixar um outdoor na cidade, mas as empresas se negaram a fazer essa divulgação, por isso, os servidores decidiram manter o material do outdoor e utilizá-lo durante o desfile de 7 de Setembro.  O material chamou a atenção dos participantes do desfile que ficaram interessados e alguns perguntavam do que se tratava o material. O outdoor resgata as reivindicações que a categoria fez ao prefeito e o aumento das receitas no município, o que dá condições de o prefeito pagar o que deve aos servidores.  O que os servidores reivindicam ao prefeito Lírio Dagort:  1- Reposição dos servidores de 3,99%: data-base maio 2017; 2- Reajuste dos professores de 7,64% em respeito a Lei do Piso Nacional do Magistério; 3- Última parcela da defasagem dos servidores de 2016 de 3,47%; 4- Última parcela do reajuste dos professores de 2016 de 4,47%; 5- Cumprimento da Lei nº168/2015 que concedeu aumento à Equipe de Enfermagem; 6- Pagamento do aumento da Regência de Classe de 2%; 7- Pagamento da progressão aos professores de 2%; 8- Progressão por tempo de serviço de 1% para todos os servidores que deveria ter sigo paga em maio/2017, conforme Lei Municipal.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.