Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Dilma Gomes é eleita primeira presidente da Fetam/MS

Eleição ocorreu durante a plenária de fundação da Federação dos Servidores Públicos Municipais de Mato Grosso do Sul, na última sexta (24)

Escrito por: Sérgio Souza Júnior CUT/MS • Publicado em: 02/03/2017 - 11:55 • Última modificação: 06/03/2017 - 17:40 Escrito por: Sérgio Souza Júnior CUT/MS Publicado em: 02/03/2017 - 11:55 Última modificação: 06/03/2017 - 17:40

CUT/MS Dilma é do Sindicato dos Funcionários e Servidores da Prefeitura Municipal de Terenos

O ato de fundação da FETAM-MS foi realizado nesta sexta-feira (24) nas dependências do Hotel Concord, localizado na Avenida Calógeras 1624, em Campo Grande, e foi conduzido por Vilson Gregório, secretário de Finanças da CUT/MS e presidente da FTIAA (Federação dos Trabalhadores Nas Indústrias de Alimentação e Afins de Mato Grosso do Sul), que iniciou o processo de votação pela criação da entidade e também da votação de seu Estatuto.

Para Dilma Gomes, presidenta eleita da FETAM-MS, “a fundação da federação, que nasce orgânica na CUT, é a realização de um sonho. Para nós a federação é um instrumento de luta, que se soma a outros que já temos. Ela vem consolidar a luta dos sindicatos municipais junto com a CUT e à Confetam, que são nossas parceiras”, afirmou.

Ainda segundo Dilma, “para chegar aqui, nesta fundação da federação, foram vários quilômetros percorridos, vários sindicatos visitados. Nossos maiores embates sempre foram contra o capitalismo, contra o neoliberalismo, contra toda esta política demagoga que encontramos nos municípios que caminhamos. O Mato Grosso do Sul é um estado dominado pelo agronegócio, pela direita. Isso tem dificultado nosso trabalho com os gestores, mas a luta continua. Já temos um caminho percorrido de negociação salarial, greves, paralisações, de lutas e mais lutas. Então, este momento é a concretização de todas estas lutas, transformada em federação”, concluiu.

Lançamento da Campanha Salarial Nacional 2017

Também foi lançada a Campanha Salarial Nacional dos Servidores Públicos Municipais, articulada pela Confetam (Confederação dos/as Trabalhadores/as no Serviço Público Municipal), que foi apresentada pela presidenta da entidade, Vilani Oliveira, que lembrou dos discursos de governos pelo Brasil afora. “Eles tanto falam de crise, que têm de aplicar medidas amargas, mas quem fica com o amargo somos nós, enquanto que eles ficam com o docinho”, disse.

Vilani também lembrou que estão usando o golpe político para retirar direitos dos trabalhadores, tal como no caso da reforma da Previdência e do negociado sobre o legislado, que vai impactar negativamente nas negociações salariais dos trabalhadores com o patronato.

A Plenária dos Trabalhadores e Trabalhadoras no Serviço Público Municipal de Mato Grosso do Sul foi dirigida por Rosângela Martins Gri de Godoy, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio Negro; Michel Vaz, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itaporã, e Dilma Gomes, do Sindicato dos Funcionários e Servidores da Prefeitura Municipal de Terenos, membros da Comissão Organizadora.

Genilson Duarte, presidente da CUT-MS, apresentou sua análise de conjuntura, junto com Sueli Veiga, dirigente nacional da CUT e vice-presidenta FETEMS. 

No dia 23 de fevereiro, o evento contou com palestras e oficinas sobre Saúde do Trabalhador, com a especialista Estela Scandola; Negociação e Contratação Coletiva no Serviço Público Municipal, com Jeová Simões e Andreia Ferreira do DIEESE; e Organização Sindical, com Vilson Gregório da CUT-MS. Ao todo, participaram mais de 40 delegados e delegadas eleitos/as por seus respectivos sindicatos.

Título: Dilma Gomes é eleita primeira presidente da Fetam/MS, Conteúdo: O ato de fundação da FETAM-MS foi realizado nesta sexta-feira (24) nas dependências do Hotel Concord, localizado na Avenida Calógeras 1624, em Campo Grande, e foi conduzido por Vilson Gregório, secretário de Finanças da CUT/MS e presidente da FTIAA (Federação dos Trabalhadores Nas Indústrias de Alimentação e Afins de Mato Grosso do Sul), que iniciou o processo de votação pela criação da entidade e também da votação de seu Estatuto. Para Dilma Gomes, presidenta eleita da FETAM-MS, “a fundação da federação, que nasce orgânica na CUT, é a realização de um sonho. Para nós a federação é um instrumento de luta, que se soma a outros que já temos. Ela vem consolidar a luta dos sindicatos municipais junto com a CUT e à Confetam, que são nossas parceiras”, afirmou. Ainda segundo Dilma, “para chegar aqui, nesta fundação da federação, foram vários quilômetros percorridos, vários sindicatos visitados. Nossos maiores embates sempre foram contra o capitalismo, contra o neoliberalismo, contra toda esta política demagoga que encontramos nos municípios que caminhamos. O Mato Grosso do Sul é um estado dominado pelo agronegócio, pela direita. Isso tem dificultado nosso trabalho com os gestores, mas a luta continua. Já temos um caminho percorrido de negociação salarial, greves, paralisações, de lutas e mais lutas. Então, este momento é a concretização de todas estas lutas, transformada em federação”, concluiu. Lançamento da Campanha Salarial Nacional 2017 Também foi lançada a Campanha Salarial Nacional dos Servidores Públicos Municipais, articulada pela Confetam (Confederação dos/as Trabalhadores/as no Serviço Público Municipal), que foi apresentada pela presidenta da entidade, Vilani Oliveira, que lembrou dos discursos de governos pelo Brasil afora. “Eles tanto falam de crise, que têm de aplicar medidas amargas, mas quem fica com o amargo somos nós, enquanto que eles ficam com o docinho”, disse. Vilani também lembrou que estão usando o golpe político para retirar direitos dos trabalhadores, tal como no caso da reforma da Previdência e do negociado sobre o legislado, que vai impactar negativamente nas negociações salariais dos trabalhadores com o patronato. A Plenária dos Trabalhadores e Trabalhadoras no Serviço Público Municipal de Mato Grosso do Sul foi dirigida por Rosângela Martins Gri de Godoy, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio Negro; Michel Vaz, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itaporã, e Dilma Gomes, do Sindicato dos Funcionários e Servidores da Prefeitura Municipal de Terenos, membros da Comissão Organizadora. Genilson Duarte, presidente da CUT-MS, apresentou sua análise de conjuntura, junto com Sueli Veiga, dirigente nacional da CUT e vice-presidenta FETEMS.  No dia 23 de fevereiro, o evento contou com palestras e oficinas sobre Saúde do Trabalhador, com a especialista Estela Scandola; Negociação e Contratação Coletiva no Serviço Público Municipal, com Jeová Simões e Andreia Ferreira do DIEESE; e Organização Sindical, com Vilson Gregório da CUT-MS. Ao todo, participaram mais de 40 delegados e delegadas eleitos/as por seus respectivos sindicatos.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.