Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

No Dia do Servidor Público, Confetam/CUT saúda trabalhadores imprescindíveis ao funcionamento do país

Entidade celebra a coragem de milhões de servidores que se reinventaram, se arriscaram e até mesmo morreram na pandemia para não deixar faltar serviços públicos à população

Escrito por: Confetam/CUT • Publicado em: 28/10/2020 - 12:06 • Última modificação: 28/10/2020 - 12:34 Escrito por: Confetam/CUT Publicado em: 28/10/2020 - 12:06 Última modificação: 28/10/2020 - 12:34

. .

Neste dia do Servidor e da Servidora Pública, a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) felicita toda a categoria pelo 28 de outubro. Este ano, a data coincide com o Dia de Mobilização Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa de Bolsonaro, que rasga a Constituição para desmontar o Estado, privatizar os serviços públicos e acabar com os servidores concursados.

Diante do cenário, a categoria parece não ter o que comemorar. No entanto, a Confetam/CUT celebra nesta data a coragem de milhões de servidores e servidoras públicas municipais que se reinventaram, se colocaram em risco e até mesmo morreram na pandemia para não deixar faltar ao povo brasileiro serviços públicos como saúde, educação e segurança.

“Comemoramos a coragem dos que estão na luta, os que estão dando o seu melhor, se arriscando, principalmente o pessoal da saúde, da educação, que está se reinventando pra dar o seu melhor, fazendo da sua casa a sua sala de aula”, afirma a presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira.

Para a entidade, mais que uma data de comemoração, o 28 de outubro é dia de lutar contra a destruição do setor público pelo desgoverno Bolsonaro. É dia de exigir valorização profissional e de defender os direitos dos servidores públicos - trabalhadores imprescindíveis ao pleno funcionamento do Estado e à efetivação de políticas que levam serviços públicos essenciais à população.

“É preciso dizer que somos imprescindíveis! A população precisa perceber isso e lutar, junto com as servidoras e servidores públicos, para garantir o serviço público de qualidade e os nossos direitos”, enfatiza Vilani Oliveira.

Por isso, a Confetam/CUT, as federações estaduais filiadas e os sindicatos de servidores municipais brasileiros fazem do 28 de outubro um dia nacional de luta contra a Proposta de Emenda Constitucional da Reforma Administrativa (PEC 32/2020), que acena ao mercado, penaliza a população, destrói o funcionalismo público e mantém privilégios para poucos.

#EuDefendoOServicoPublico

Título: No Dia do Servidor Público, Confetam/CUT saúda trabalhadores imprescindíveis ao funcionamento do país, Conteúdo: Neste dia do Servidor e da Servidora Pública, a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) felicita toda a categoria pelo 28 de outubro. Este ano, a data coincide com o Dia de Mobilização Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa de Bolsonaro, que rasga a Constituição para desmontar o Estado, privatizar os serviços públicos e acabar com os servidores concursados. Diante do cenário, a categoria parece não ter o que comemorar. No entanto, a Confetam/CUT celebra nesta data a coragem de milhões de servidores e servidoras públicas municipais que se reinventaram, se colocaram em risco e até mesmo morreram na pandemia para não deixar faltar ao povo brasileiro serviços públicos como saúde, educação e segurança. “Comemoramos a coragem dos que estão na luta, os que estão dando o seu melhor, se arriscando, principalmente o pessoal da saúde, da educação, que está se reinventando pra dar o seu melhor, fazendo da sua casa a sua sala de aula”, afirma a presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira. Para a entidade, mais que uma data de comemoração, o 28 de outubro é dia de lutar contra a destruição do setor público pelo desgoverno Bolsonaro. É dia de exigir valorização profissional e de defender os direitos dos servidores públicos - trabalhadores imprescindíveis ao pleno funcionamento do Estado e à efetivação de políticas que levam serviços públicos essenciais à população. “É preciso dizer que somos imprescindíveis! A população precisa perceber isso e lutar, junto com as servidoras e servidores públicos, para garantir o serviço público de qualidade e os nossos direitos”, enfatiza Vilani Oliveira. Por isso, a Confetam/CUT, as federações estaduais filiadas e os sindicatos de servidores municipais brasileiros fazem do 28 de outubro um dia nacional de luta contra a Proposta de Emenda Constitucional da Reforma Administrativa (PEC 32/2020), que acena ao mercado, penaliza a população, destrói o funcionalismo público e mantém privilégios para poucos. #EuDefendoOServicoPublico



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.