Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

CUT reúne lideranças e especialistas para debater temas relacionados à Saúde do/a Trabalhador/a

1ª Conferência Nacional começa na próxima quarta (23), em São Paulo, e busca consolidar a política de Saúde do/a Trabalhador/a da Central

Escrito por: • Publicado em: 23/04/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 23/04/2014 - 00:00

 Entre os dias 23 e 25 de abril acontece no Centro Cultural Adamastor, no município de Guarulhos/SP, a 1ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da CUT. Segundo Junéia Martins Batista, secretária da CUT Nacional responsável pela área, o objetivo central do evento é a consolidação da política de Saúde do Trabalhador da CUT.
Junéia explica que “Saúde do Trabalhador é um conceito que, na Constituição Brasileira, faz parte da Saúde Pública e foi forjado no âmbito do Movimento Sanitarista que no final dos anos 1970 e durante a década de 1980 construiu as bases e lutou pela implantação do Sistema Único de Saúde – SUS. Ela se contrapõe à visão conservadora e tecnicista dos demais conceitos tais como, higiene ocupacional, saúde e segurança no trabalho, medicina do trabalho, entre outros. Enquanto esses últimos analisam as ocorrências de acidentes e doenças do trabalho de forma estanque, individualizada e tendem a culpabilizar o trabalhador, na Saúde do Trabalhador o foco é no coletivo, pois o problema está nos ambientes e na organização do trabalho e, principalmente, o saber dos trabalhadores”.
A Conferência contará com a participação de quatro palestrantes: Dr. Giovanni Alves, sociólogo e professor da UNESP/Marília que abordará o tema “Processo produtivo capitalista e Saúde do Trabalhador: características e problemas dos novos modelos de exploração do trabalho”; Dr. Guilherme Costa Delgado, economista e consultor da Comissão Brasileira Justiça e Paz, cujo tema será “Agrotóxicos, meio ambiente e modelo de desenvolvimento agrário”; Dr. Heleno Rodrigues Correa Filho, médico epidemiologista da UNICAMP, falará sobre “Os novos/velhos padrões de adoecimento no trabalho”; e a Dra. Maria Maeno, médica e pesquisadora da Fundacentro, abordando os “Limites e possibilidades dos modelos de intervenção”.
Participarão 150 delegados de todos os estados e ramos filiados à CUT, os quais debaterão nos três dias da Conferência propostas para contribuir com a implementação da política da Secretaria Nacional de Saúde do Trabalhador.
“Os resultados da nossa 1ª Conferência alavancarão as ações dos nossos sindicatos ajudando a conscientizar os trabalhadores de que os problemas de adoecimento e acidentes de trabalho se originam nos conflitos entre o capital e o trabalho, e somente serão superados com a participação dos próprios trabalhadores”, afirma Eduardo Lírio Guterra, secretário nacional adjunto de Saúde do Trabalhador da CUT.
Fonte: CUT Nacional

Título: CUT reúne lideranças e especialistas para debater temas relacionados à Saúde do/a Trabalhador/a, Conteúdo:  Entre os dias 23 e 25 de abril acontece no Centro Cultural Adamastor, no município de Guarulhos/SP, a 1ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora da CUT. Segundo Junéia Martins Batista, secretária da CUT Nacional responsável pela área, o objetivo central do evento é a consolidação da política de Saúde do Trabalhador da CUT. Junéia explica que “Saúde do Trabalhador é um conceito que, na Constituição Brasileira, faz parte da Saúde Pública e foi forjado no âmbito do Movimento Sanitarista que no final dos anos 1970 e durante a década de 1980 construiu as bases e lutou pela implantação do Sistema Único de Saúde – SUS. Ela se contrapõe à visão conservadora e tecnicista dos demais conceitos tais como, higiene ocupacional, saúde e segurança no trabalho, medicina do trabalho, entre outros. Enquanto esses últimos analisam as ocorrências de acidentes e doenças do trabalho de forma estanque, individualizada e tendem a culpabilizar o trabalhador, na Saúde do Trabalhador o foco é no coletivo, pois o problema está nos ambientes e na organização do trabalho e, principalmente, o saber dos trabalhadores”. A Conferência contará com a participação de quatro palestrantes: Dr. Giovanni Alves, sociólogo e professor da UNESP/Marília que abordará o tema “Processo produtivo capitalista e Saúde do Trabalhador: características e problemas dos novos modelos de exploração do trabalho”; Dr. Guilherme Costa Delgado, economista e consultor da Comissão Brasileira Justiça e Paz, cujo tema será “Agrotóxicos, meio ambiente e modelo de desenvolvimento agrário”; Dr. Heleno Rodrigues Correa Filho, médico epidemiologista da UNICAMP, falará sobre “Os novos/velhos padrões de adoecimento no trabalho”; e a Dra. Maria Maeno, médica e pesquisadora da Fundacentro, abordando os “Limites e possibilidades dos modelos de intervenção”. Participarão 150 delegados de todos os estados e ramos filiados à CUT, os quais debaterão nos três dias da Conferência propostas para contribuir com a implementação da política da Secretaria Nacional de Saúde do Trabalhador. “Os resultados da nossa 1ª Conferência alavancarão as ações dos nossos sindicatos ajudando a conscientizar os trabalhadores de que os problemas de adoecimento e acidentes de trabalho se originam nos conflitos entre o capital e o trabalho, e somente serão superados com a participação dos próprios trabalhadores”, afirma Eduardo Lírio Guterra, secretário nacional adjunto de Saúde do Trabalhador da CUT. Fonte: CUT Nacional



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.