Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

CUT discute estratégias de comunicação e democratização da informação a partir desta segunda

CUT discute estratégias de comunicação e democratização da informação a partir desta segunda (8) os próximos dias 8, 9 e 10 de abril, a Central Única dos Trabalhadores promove em São Paulo o 6º Encontro Nacional de Comunicação (Enacom)

Escrito por: • Publicado em: 08/04/2013 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 08/04/2013 - 00:00

Durante os três dias, dirigentes da CUT em todo o país discutirão com representantes dos movimentos sociais, da Academia e da blogosfera mecanismos que possam ampliar a rede de informação da classe trabalhadora e expana liberdade de expressão.
Para a secretária de Comunicação da Central, Rosane Bertotti, um dos debates principais do encontro deve ser como fazer com que o poder público enxergue o acesso à informação como ponto estratégico dentro da pauta.
“O governo ainda não mostrou sua posição política sobre a democratização da comunicação. Ao contrário, após a realização da 1ª Conferência Nacional, sinalizou projetos, mas adotou posição extrema ao dizer que não discutiria mais a construção de um marco regulatório. Na questão da banda larga, privilegia as teles o projeto de TV digital não ser aquele que pensamos em conjunto. A comunicação no país não e a diversidade do país”, aponta.
Ao lembrar de recente declaração do ex-presidente Lula sobre a necessidade de os movimentos sociais articularem uma rede de comunicação, Rosane assinalou que isso depende também de políticas públicas.
“Não conseguiremos democratizar a comunicação se não acabarmos com a propriedade cruzada, se não mudarmos a forma de concessão de canais de TV e rádio e não impedirmos que detentores de cargos públicos sejam donos de emissoras, se não estabelecermos regras para termos mais produção nacional, se 70% da publicidade do governo continuar indo para as mãos de grandes grupos econômicos”, critica.
Para expressar a liberdade –Modificar o atual cenário de produção e acesso à informação no país exige a criação de um marco regulatório, um conjunto de regras para o setor.
Para isso, o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), que atualmente conta com Rosane Bertotti como coordenadora, promove a campanha “Para Expressar a Liberdade”, que colherá assinaturas em todo o Brasil para apresentar um o projeto de iniciativa popular de um novo marco.
“Se isso não vem do governo e do poder Legislativo, virá do povo brasileiro. Porque quando você não regulamenta, quem faz isso é o poder do Capital. Não queremos censurar a liberdade de expressão de nenhuma emissora, apenas que outros segmentos da sociedade possam ter a mesma liberdade.”
Confira abaixo a programação do 6º Enacom
PROGRAMAÇÃO

DIA 8/4 - SEGUNDA-FEIRA
9h30 – Abertura e Mesa 1: Democratização da comunicação e liberdade de expressão
Convidados:
Paulo Moreira Leite – Jornalistadesde os 17 anos, foi diretor de redação de ÉPOCA e do Diário de S. Paulo. Foi redator chefe da revista Veja, correspondente em Paris e em Washington. É autor de “A Outra História do Mensalão - As contradições de um julgamento político”
Venício Lima - Jornalista e sociólogo, pesquisador visitante no Departamento de Ciência Política da UFMG (2012-2013), professor de Ciência Política e Comunicação da UnB (aposentado) e autor de Política de Comunicações: um Balanço dos Governos Lula (2003-2010), entre outros.
João Brant – Radialista, membro da coordenação do Conselho do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação.
Mediadora:
Rosane Bertotti– Agricultora familiar, socióloga, secretária nacional de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC).
12h30 – Intervalo para Almoço
14h00 – Mesa 2: Mídia e Democracia: a relação com os Movimentos Sociais
Convidados:
Luiz Carlos Azenha – Jornalista, blogueiro (“Viomundo”),é diretor geral e conduz o projeto editorial do programa "Nova África", na TV Brasil. Foi correspondente internacional da Rede Manchete, colaborador da Folha de São Paulo, CNN e Rádio Jovem Pan em São Paulo.
Rodrigo Vianna – Jornalistahá 20 anos, historiador, blogueiro (“O Escrevinhador”) trabalhou na Folha de São Paulo, TV Cultura, TV Globo. Atualmente está na TV Record de São Paulo e Record News.
16h30 – Mesa 3: Liberdade de Expressão na Rede
Convidados:
Sergio Amadeu - Sociólogo e Doutor em Ciência Política, militante do Software Livre, é professor da pós -graduação da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Autor de várias publicações, entre elas - Exclusão Digital: a miséria na era da informação.
Maria da Conceição Oliveira(Maria Frô) – Blogueira, historiadora, educadora, ativista da educação para igualdade étnico-racial, autora do projeto pedagógico da coleção História em Projetos, entre outros.
18h00 – Mesa 4: Fotografia a serviço dos direitos humanos
Convidado:
João Roberto Ripper – fotógrafo com 35 anos de experiência,é especialista em fotografia documental, social e fotojornalismo. Éfundador da agência-escola Imagens do Povo, criada em 2004, na Maré, uma das maiores favelas do Rio de Janeiro.
DIA 9/4 - TERÇA-FEIRA
9h30 – Mesa 1: O Papel da Comunicação pública
Convidados:
Laurindo Lalo Leal Filho– Sociólogo e jornalista, é professor de Jornalismo da ECA-USP. É autor, entre outros, de “A TV sob controle – A resposta da sociedade ao poder da televisão”
Ana Luiza Fleck – Presidenta do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC)
ABRAÇO Nacional - Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária
12h30 – Intervalo para almoço
14h00 – Mesa 2: O Desafio de construir novas mídias
Convidados
TVT
Rede Brasil Atual
Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé
Brasil de Fato
16h00 – 18h00 - Mesa 3
Construindo a Comunicação da CUT
Financiamento:Quintino Severo – secretário nacional de Administração e Finanças da CUT
Formação em Comunicação:José Celestino Lourenço – secretário nacional de Formação da CUT
Apresentação do Plano Nacional de Comunicação:Rosane Bertotti – secretária nacional de Comunicação da CUT
Noite Cultural- Sarau
DIA 10/4 - QUARTA-FEIRA
9h00 – Grupos de Trabalho
12h30 – Intervalo para almoço
14h00 – Apresentação grupos
18h00 – Encaminhamentos / Encerramento
Fonte: CUT Nacional

Título: CUT discute estratégias de comunicação e democratização da informação a partir desta segunda, Conteúdo: Durante os três dias, dirigentes da CUT em todo o país discutirão com representantes dos movimentos sociais, da Academia e da blogosfera mecanismos que possam ampliar a rede de informação da classe trabalhadora e expana liberdade de expressão. Para a secretária de Comunicação da Central, Rosane Bertotti, um dos debates principais do encontro deve ser como fazer com que o poder público enxergue o acesso à informação como ponto estratégico dentro da pauta. “O governo ainda não mostrou sua posição política sobre a democratização da comunicação. Ao contrário, após a realização da 1ª Conferência Nacional, sinalizou projetos, mas adotou posição extrema ao dizer que não discutiria mais a construção de um marco regulatório. Na questão da banda larga, privilegia as teles o projeto de TV digital não ser aquele que pensamos em conjunto. A comunicação no país não e a diversidade do país”, aponta. Ao lembrar de recente declaração do ex-presidente Lula sobre a necessidade de os movimentos sociais articularem uma rede de comunicação, Rosane assinalou que isso depende também de políticas públicas. “Não conseguiremos democratizar a comunicação se não acabarmos com a propriedade cruzada, se não mudarmos a forma de concessão de canais de TV e rádio e não impedirmos que detentores de cargos públicos sejam donos de emissoras, se não estabelecermos regras para termos mais produção nacional, se 70% da publicidade do governo continuar indo para as mãos de grandes grupos econômicos”, critica. Para expressar a liberdade –Modificar o atual cenário de produção e acesso à informação no país exige a criação de um marco regulatório, um conjunto de regras para o setor. Para isso, o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), que atualmente conta com Rosane Bertotti como coordenadora, promove a campanha “Para Expressar a Liberdade”, que colherá assinaturas em todo o Brasil para apresentar um o projeto de iniciativa popular de um novo marco. “Se isso não vem do governo e do poder Legislativo, virá do povo brasileiro. Porque quando você não regulamenta, quem faz isso é o poder do Capital. Não queremos censurar a liberdade de expressão de nenhuma emissora, apenas que outros segmentos da sociedade possam ter a mesma liberdade.” Confira abaixo a programação do 6º Enacom PROGRAMAÇÃO DIA 8/4 - SEGUNDA-FEIRA 9h30 – Abertura e Mesa 1: Democratização da comunicação e liberdade de expressão Convidados: Paulo Moreira Leite – Jornalistadesde os 17 anos, foi diretor de redação de ÉPOCA e do Diário de S. Paulo. Foi redator chefe da revista Veja, correspondente em Paris e em Washington. É autor de “A Outra História do Mensalão - As contradições de um julgamento político” Venício Lima - Jornalista e sociólogo, pesquisador visitante no Departamento de Ciência Política da UFMG (2012-2013), professor de Ciência Política e Comunicação da UnB (aposentado) e autor de Política de Comunicações: um Balanço dos Governos Lula (2003-2010), entre outros. João Brant – Radialista, membro da coordenação do Conselho do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação. Mediadora: Rosane Bertotti– Agricultora familiar, socióloga, secretária nacional de Comunicação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e coordenadora-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). 12h30 – Intervalo para Almoço 14h00 – Mesa 2: Mídia e Democracia: a relação com os Movimentos Sociais Convidados: Luiz Carlos Azenha – Jornalista, blogueiro (“Viomundo”),é diretor geral e conduz o projeto editorial do programa Nova África, na TV Brasil. Foi correspondente internacional da Rede Manchete, colaborador da Folha de São Paulo, CNN e Rádio Jovem Pan em São Paulo. Rodrigo Vianna – Jornalistahá 20 anos, historiador, blogueiro (“O Escrevinhador”) trabalhou na Folha de São Paulo, TV Cultura, TV Globo. Atualmente está na TV Record de São Paulo e Record News. 16h30 – Mesa 3: Liberdade de Expressão na Rede Convidados: Sergio Amadeu - Sociólogo e Doutor em Ciência Política, militante do Software Livre, é professor da pós -graduação da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Autor de várias publicações, entre elas - Exclusão Digital: a miséria na era da informação. Maria da Conceição Oliveira(Maria Frô) – Blogueira, historiadora, educadora, ativista da educação para igualdade étnico-racial, autora do projeto pedagógico da coleção História em Projetos, entre outros. 18h00 – Mesa 4: Fotografia a serviço dos direitos humanos Convidado: João Roberto Ripper – fotógrafo com 35 anos de experiência,é especialista em fotografia documental, social e fotojornalismo. Éfundador da agência-escola Imagens do Povo, criada em 2004, na Maré, uma das maiores favelas do Rio de Janeiro. DIA 9/4 - TERÇA-FEIRA 9h30 – Mesa 1: O Papel da Comunicação pública Convidados: Laurindo Lalo Leal Filho– Sociólogo e jornalista, é professor de Jornalismo da ECA-USP. É autor, entre outros, de “A TV sob controle – A resposta da sociedade ao poder da televisão” Ana Luiza Fleck – Presidenta do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) ABRAÇO Nacional - Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária 12h30 – Intervalo para almoço 14h00 – Mesa 2: O Desafio de construir novas mídias Convidados TVT Rede Brasil Atual Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé Brasil de Fato 16h00 – 18h00 - Mesa 3 Construindo a Comunicação da CUT Financiamento:Quintino Severo – secretário nacional de Administração e Finanças da CUT Formação em Comunicação:José Celestino Lourenço – secretário nacional de Formação da CUT Apresentação do Plano Nacional de Comunicação:Rosane Bertotti – secretária nacional de Comunicação da CUT Noite Cultural- Sarau DIA 10/4 - QUARTA-FEIRA 9h00 – Grupos de Trabalho 12h30 – Intervalo para almoço 14h00 – Apresentação grupos 18h00 – Encaminhamentos / Encerramento Fonte: CUT Nacional



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.