Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

CUT-CE dá início a curso direcionado à juventude trabalhadora

Primeiro módulo começa nesta quinta-feira (27), em Fortaleza

Escrito por: • Publicado em: 27/11/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 27/11/2014 - 00:00

A CUT-CE compreende que o debate em torno das questões relacionadas à juventude não pode ser abordado sem problematizar o sistema econômico e social. Com essa prerrogativa, a Central dá início, nesta quinta-feira (27/11), ao curso Ser Jovem, Ser CUT, Ser Cidadão. O primeiro módulo traz como foco a identidade do jovem trabalhador na contemporaneidade e conta com uma carga-horária de 30 horas/aula e segue até o próximo sábado (29/11). Cerca de 45 jovens dirigentes sindicalistas cearenses devem participar deste primeiro momento.
Ao propor o curso no processo de formação dos trabalhadores e trabalhadoras que se identificam com o projeto político e sindical da CUT, a direção estadual da Central busca fomentar as reflexões voltadas para a formulação de estratégias sindicais especificamente voltadas aos jovens. “Particularmente àqueles que já estão inseridos ou se inserindo no mercado de trabalho”, enfatiza o secretário de Juventude da CUT-CE, Ari Ferreira.
A presidenta da entidade, Joana Almeida, afirma que é preciso responder às demandas da juventude nas áreas de trabalho, educação, lazer e cultura. “É necessário, ainda, ampliar os investimentos e fortalecer políticas públicas construídas coletivamente com os diferentes grupos juvenis”, diz.
Três décadas de mudanças
O primeiro módulo do curso focará na identidade da juventude trabalhadora na contemporaneidade. Algumas questões estão sendo consideradas, como: a hegemonia neoliberal na atual fase do capitalismo e as transformações no mundo do trabalho articuladas às metamorfoses culturais, políticas e sociais desencadeadas no mundo nos últimos 30 anos.
“A juventude trabalhadora deve enfrentar desafios típicos de seu tempo, inclusive no âmbito do movimento sindical”, explica o secretário geral da CUT-CE, professor Helder Nogueira, doutorando em Ciências Sociais. Ele acrescenta que esse “enfrentamento” deve ocorrer de forma emancipada e comprometida com um projeto político que promova seu reconhecimento subjetivo e intersubjetivo articulado ao fortalecimento da democracia no Brasil.
80 horas/aula
O curso Ser Jovem, Ser CUT, Ser Cidadão foi concebido, coordenado e realizado pela CUT-CE, em parceria com a Escola Nordeste. Está estruturado em três módulos, totalizando uma carga-horária de 80 horas/aula. O segundo módulo priorizará o papel da Central Única dos Trabalhadores na história recente do País, considerando que a central sindical ocupou papel primordial nas lutas enfrentadas pela classe trabalhadora nas últimas décadas. O terceiro e último módulo será uma espécie de síntese dialética dos outros dois módulos, já que propõe uma compreensão da cidadania brasileira a partir da história de lutas e da forma como a CUT foi concebida e organizada ao longo dos últimos 30 anos, articulada à própria construção da identidade da juventude trabalhadora contemporânea.

Título: CUT-CE dá início a curso direcionado à juventude trabalhadora, Conteúdo: A CUT-CE compreende que o debate em torno das questões relacionadas à juventude não pode ser abordado sem problematizar o sistema econômico e social. Com essa prerrogativa, a Central dá início, nesta quinta-feira (27/11), ao curso Ser Jovem, Ser CUT, Ser Cidadão. O primeiro módulo traz como foco a identidade do jovem trabalhador na contemporaneidade e conta com uma carga-horária de 30 horas/aula e segue até o próximo sábado (29/11). Cerca de 45 jovens dirigentes sindicalistas cearenses devem participar deste primeiro momento. Ao propor o curso no processo de formação dos trabalhadores e trabalhadoras que se identificam com o projeto político e sindical da CUT, a direção estadual da Central busca fomentar as reflexões voltadas para a formulação de estratégias sindicais especificamente voltadas aos jovens. “Particularmente àqueles que já estão inseridos ou se inserindo no mercado de trabalho”, enfatiza o secretário de Juventude da CUT-CE, Ari Ferreira. A presidenta da entidade, Joana Almeida, afirma que é preciso responder às demandas da juventude nas áreas de trabalho, educação, lazer e cultura. “É necessário, ainda, ampliar os investimentos e fortalecer políticas públicas construídas coletivamente com os diferentes grupos juvenis”, diz. Três décadas de mudanças O primeiro módulo do curso focará na identidade da juventude trabalhadora na contemporaneidade. Algumas questões estão sendo consideradas, como: a hegemonia neoliberal na atual fase do capitalismo e as transformações no mundo do trabalho articuladas às metamorfoses culturais, políticas e sociais desencadeadas no mundo nos últimos 30 anos. “A juventude trabalhadora deve enfrentar desafios típicos de seu tempo, inclusive no âmbito do movimento sindical”, explica o secretário geral da CUT-CE, professor Helder Nogueira, doutorando em Ciências Sociais. Ele acrescenta que esse “enfrentamento” deve ocorrer de forma emancipada e comprometida com um projeto político que promova seu reconhecimento subjetivo e intersubjetivo articulado ao fortalecimento da democracia no Brasil. 80 horas/aula O curso Ser Jovem, Ser CUT, Ser Cidadão foi concebido, coordenado e realizado pela CUT-CE, em parceria com a Escola Nordeste. Está estruturado em três módulos, totalizando uma carga-horária de 80 horas/aula. O segundo módulo priorizará o papel da Central Única dos Trabalhadores na história recente do País, considerando que a central sindical ocupou papel primordial nas lutas enfrentadas pela classe trabalhadora nas últimas décadas. O terceiro e último módulo será uma espécie de síntese dialética dos outros dois módulos, já que propõe uma compreensão da cidadania brasileira a partir da história de lutas e da forma como a CUT foi concebida e organizada ao longo dos últimos 30 anos, articulada à própria construção da identidade da juventude trabalhadora contemporânea.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.