Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Congresso Nacional começa a votar pacote de maldades a partir do mês de agosto

Para reagir à pauta do retrocesso, trabalhadores se reúnem em audiências públicas em SP, GO, RJ, TO, CE, MG, PA, PE, MT, BA, RN, MA e no PR. Confira a data da audiência em seu estado e participe!

Escrito por: Confetam • Publicado em: 28/07/2016 - 11:43 • Última modificação: 03/08/2016 - 13:56 Escrito por: Confetam Publicado em: 28/07/2016 - 11:43 Última modificação: 03/08/2016 - 13:56

. Estaremos nas ruas para frear o desmonte de nossas conquistas, afirma Graça Costa

A cidade de São Paulo sediará, no dia 11 de agosto, audiência pública para discutir a garantia de direitos trabalhistas e sociais ameaçados pelo governo interino de Michel Temer. Organizadas pelas frentes mistas em Defesa da Previdência Social, pela Erradicação do Trabalho Escravo e em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora, as audiências ocorrerão por todo o Brasil, somando encontros em 13 estados do país até o mês de dezembro.

As reuniões debaterão a agenda dos empresários financiadores do golpe que colocou o vice de Dilma Rousseff na Presidência da República. Na pauta de discussões nacionais estarão a terceirização sem limites, a flexibilização do conceito de trabalho escravo, o arrefecimento do combate à violência contra a mulher e o PLC 257, que prevê o desmonte dos serviços públicos.

Para a secretária de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores CUT, Graça Costa, os setores conservadores do Congresso Nacional devem colocar em votação o pacote de maldades já em agosto e, se não houver resistência da classe trabalhadora, devem avançar sob o verniz da eficiência administrativa.

“O governo já falou que vai priorizar a reforma trabalhista e o carro-chefe do desmonte dos nossos direitos é a terceirização sem limites e a prevalência do negociado sobre o legislado. As centrais não vão permitir. Vamos estar nas ruas para frear esse desmonte das nossas conquistas que custaram anos de lutas nossas”, afirmou a diretora da CUT Nacional.

Confira as datas das audiências no estados:

11/08 – São Paulo/SP

Local: Auditório do Sindicato dos Químicos (R. Tamandaré, 348 - Liberdade – São Paulo/SP)
Horário: 13h

12/08 – Goiânia/GO
Local: Assembleia Legislativa de Goiás (Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231 - Setor Oeste)
Horário: 14h

15/08 – Rio de Janeiro/RJ
Local e horário a confirmar

19/08 – Palmas/TO
Local e horário a confirmar

29/08 – Fortaleza/CE
Local: Assembleia Legislativa do Ceará (Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres)
Horário: 14h

02/09 – Belo Horizonte/MG
Local: Auditório Faculdade de Direito da UFMG
Horário: 14h

07/10 – Belém/PA
Local e horário a confirmar

14/10 – Recife/PE
Local e horário a confirmar

21/10 – Cuiabá/MT
Local e horário a confirmar

04/11 – Salvador/BA 
Local e horário a confirmar

11/11 – Natal/RN
Local e horário a confirmar

18/11 – São Luis/MA
Local e horário a confirmar

02/12 – Curitiba/PR
Local e horário a confirmar

Com informações da CUT

Título: Congresso Nacional começa a votar pacote de maldades a partir do mês de agosto, Conteúdo: A cidade de São Paulo sediará, no dia 11 de agosto, audiência pública para discutir a garantia de direitos trabalhistas e sociais ameaçados pelo governo interino de Michel Temer. Organizadas pelas frentes mistas em Defesa da Previdência Social, pela Erradicação do Trabalho Escravo e em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora, as audiências ocorrerão por todo o Brasil, somando encontros em 13 estados do país até o mês de dezembro. As reuniões debaterão a agenda dos empresários financiadores do golpe que colocou o vice de Dilma Rousseff na Presidência da República. Na pauta de discussões nacionais estarão a terceirização sem limites, a flexibilização do conceito de trabalho escravo, o arrefecimento do combate à violência contra a mulher e o PLC 257, que prevê o desmonte dos serviços públicos. Para a secretária de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores CUT, Graça Costa, os setores conservadores do Congresso Nacional devem colocar em votação o pacote de maldades já em agosto e, se não houver resistência da classe trabalhadora, devem avançar sob o verniz da eficiência administrativa. “O governo já falou que vai priorizar a reforma trabalhista e o carro-chefe do desmonte dos nossos direitos é a terceirização sem limites e a prevalência do negociado sobre o legislado. As centrais não vão permitir. Vamos estar nas ruas para frear esse desmonte das nossas conquistas que custaram anos de lutas nossas”, afirmou a diretora da CUT Nacional. Confira as datas das audiências no estados: 11/08 – São Paulo/SP Local: Auditório do Sindicato dos Químicos (R. Tamandaré, 348 - Liberdade – São Paulo/SP) Horário: 13h 12/08 – Goiânia/GO Local: Assembleia Legislativa de Goiás (Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231 - Setor Oeste) Horário: 14h 15/08 – Rio de Janeiro/RJ Local e horário a confirmar 19/08 – Palmas/TO Local e horário a confirmar 29/08 – Fortaleza/CE Local: Assembleia Legislativa do Ceará (Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres) Horário: 14h 02/09 – Belo Horizonte/MG Local: Auditório Faculdade de Direito da UFMG Horário: 14h 07/10 – Belém/PA Local e horário a confirmar 14/10 – Recife/PE Local e horário a confirmar 21/10 – Cuiabá/MT Local e horário a confirmar 04/11 – Salvador/BA  Local e horário a confirmar 11/11 – Natal/RN Local e horário a confirmar 18/11 – São Luis/MA Local e horário a confirmar 02/12 – Curitiba/PR Local e horário a confirmar Com informações da CUT



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.