Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

CONAE 2014

Acontecerá entre os dias 19 e 23/11, a segunda edição da Conferência Nacional de Educação (CONAE).

Escrito por: • Publicado em: 19/11/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 19/11/2014 - 00:00

Reunir-se-ão, em Brasília, 4 mil pessoas (delegados) de todo o território nacional para discutir e deliberar sobre a educação nacional. O tema desta edição é: O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração.
Criada como um espaço de interferência popular nos rumos da educação nacional, a conferência tem demonstrado seus limites. Os apontamentos da sua primeira edição (2010) deveriam estar no Plano Nacional de Educação (PNE) logo em seguida, porém sua aprovação foi retardada, quase ocorrendo ao mesmo tempo da segunda edição da CONAE, agora em 2014.
Mesmo aprovado e sancionado em junho deste ano, o PNE não condiz com os avanços aprovados na CONAE 2010 pela sociedade, alterado pelos parlamentares, os 10% do PIB para a educação pública agora podem ser enviados a educação privada como compra de vagas. (META 20). Esse é somente um exemplo dos limites deste espaço, que muitas vezes pode tornar-se somente um espaço de legitimação dos interesses dominantes.
Os avanços que queremos se constroem com união e na luta dos trabalhadores. A educação para os filhos da classe trabalhara não é a mesma que deseja os empresários com seus interesses lucrativos.
Defendemos uma educação pública, laica, de qualidade e que seja emancipatória. Vamos firmes na luta pela educação que almejamos!

Título: CONAE 2014, Conteúdo: Reunir-se-ão, em Brasília, 4 mil pessoas (delegados) de todo o território nacional para discutir e deliberar sobre a educação nacional. O tema desta edição é: O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração. Criada como um espaço de interferência popular nos rumos da educação nacional, a conferência tem demonstrado seus limites. Os apontamentos da sua primeira edição (2010) deveriam estar no Plano Nacional de Educação (PNE) logo em seguida, porém sua aprovação foi retardada, quase ocorrendo ao mesmo tempo da segunda edição da CONAE, agora em 2014. Mesmo aprovado e sancionado em junho deste ano, o PNE não condiz com os avanços aprovados na CONAE 2010 pela sociedade, alterado pelos parlamentares, os 10% do PIB para a educação pública agora podem ser enviados a educação privada como compra de vagas. (META 20). Esse é somente um exemplo dos limites deste espaço, que muitas vezes pode tornar-se somente um espaço de legitimação dos interesses dominantes. Os avanços que queremos se constroem com união e na luta dos trabalhadores. A educação para os filhos da classe trabalhara não é a mesma que deseja os empresários com seus interesses lucrativos. Defendemos uma educação pública, laica, de qualidade e que seja emancipatória. Vamos firmes na luta pela educação que almejamos!



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.