Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Comitê de Jovens da ISP Brasil repudia ação da PM do Governo do Distrito Federal contra manifestantes

Comitê promete ir aos organismos internacionais denunciar a ação truculenta da Polícia e exigir a rigorosa apuração da desocupação violenta do gramado do Congresso no dia da aprovação da PEC 55

Escrito por: ISP • Publicado em: 02/12/2016 - 17:58 • Última modificação: 06/12/2016 - 12:50 Escrito por: ISP Publicado em: 02/12/2016 - 17:58 Última modificação: 06/12/2016 - 12:50

. .

No dia 29 de novembro de 2016 a Capital do país esteve lotada de estudantes, movimentos sociais e trabalhadores do setor público e privado vindos de todos os estados para acompanhar a votação e protestar contra a PEC 55 (antiga PEC241), que congela os investimentos públicos por 20 anos.

Um verdadeiro retrocesso nas políticas sociais dos últimos anos. A marcha, com mais de 30 mil pessoas, teve início por volta das 17 horas, saindo da frente do Museu Nacional, em total harmonia. Ao chegar no gramado do Congresso, a polícia do GDF agiu com extrema violência em cima dos manifestantes, utilizando spray de pimenta, bombas de gás lacrimogênio e cavalaria, transformando a Esplanada dos Ministérios em um grande campo de guerra, algo só visto nos tempos da ditadura.

Não foram poupados idosos, crianças e principalmente os jovens vindos das ocupações legitimas contra a MP 746/2016 (Reforma do ensino médio). Imagens mostram jovens, já imobilizados, sendo agredidos, inúmeros feridos e um pânico generalizado.

Não deixaremos de lutar por um país justo, onde todos possam expressar livremente o direito ao exercício do contraditório.

Nós, do Comitê de Jovens da ISP, repudiamos veementemente essas ações criminosas da PM e iremos junto aos organismos internacionais denunciar essa ação truculenta da PM do GDF e exigir rigorosa apuração dos fatos.

Não nos calarão!

Título: Comitê de Jovens da ISP Brasil repudia ação da PM do Governo do Distrito Federal contra manifestantes, Conteúdo: No dia 29 de novembro de 2016 a Capital do país esteve lotada de estudantes, movimentos sociais e trabalhadores do setor público e privado vindos de todos os estados para acompanhar a votação e protestar contra a PEC 55 (antiga PEC241), que congela os investimentos públicos por 20 anos. Um verdadeiro retrocesso nas políticas sociais dos últimos anos. A marcha, com mais de 30 mil pessoas, teve início por volta das 17 horas, saindo da frente do Museu Nacional, em total harmonia. Ao chegar no gramado do Congresso, a polícia do GDF agiu com extrema violência em cima dos manifestantes, utilizando spray de pimenta, bombas de gás lacrimogênio e cavalaria, transformando a Esplanada dos Ministérios em um grande campo de guerra, algo só visto nos tempos da ditadura. Não foram poupados idosos, crianças e principalmente os jovens vindos das ocupações legitimas contra a MP 746/2016 (Reforma do ensino médio). Imagens mostram jovens, já imobilizados, sendo agredidos, inúmeros feridos e um pânico generalizado. Não deixaremos de lutar por um país justo, onde todos possam expressar livremente o direito ao exercício do contraditório. Nós, do Comitê de Jovens da ISP, repudiamos veementemente essas ações criminosas da PM e iremos junto aos organismos internacionais denunciar essa ação truculenta da PM do GDF e exigir rigorosa apuração dos fatos. Não nos calarão!



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.