Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Comissão Geral do Trabalho da Câmara debate pauta trabalhista no próximo dia 6

Agenda foi marcada após reunião das centrais com Presidência da casa

Escrito por: • Publicado em: 30/04/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 30/04/2014 - 00:00

 Ficou marcada para o próximo dia 6, das 14h às 16h, a audiência da Comissão Geral do Trabalho da Câmara dos Deputados, que vai debater em plenário as reivindicações trabalhistas apresentadas pelas centrais sindicais. Porém, ao contrário do que se esperava, não foram confirmadas as sessões dos dias 7 e 8, quando seriam votados, de fato, os projetos pleiteados.
A pauta foi reapresentada na tarde desta terça, dia 29, ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB- RN), em reunião com representantes das centrais. Anteriormente, o deputado havia acenado com a possibilidade de colocar os projetos em votação nos dias 7 e 8. “Houve um recuo”, lamentou Maria das Graças Costa, secretária de Relações de Trabalho da CUT, que representou a Central no encontro.
A pauta, basicamente, é a mesma defendida pelas centrais na 8ª Marcha da Classe Trabalhadora, que aconteceu no dia 9 de abril, em São Paulo (para relembrar a pauta, clique aqui).
No início da noite, teve início uma nova sessão para votar projeto que altera a lei que regulamenta o descanso dos caminhoneiros, com a presença de representantes da categoria nas galerias do plenário.
Fonte: CUT Nacional

Título: Comissão Geral do Trabalho da Câmara debate pauta trabalhista no próximo dia 6, Conteúdo:  Ficou marcada para o próximo dia 6, das 14h às 16h, a audiência da Comissão Geral do Trabalho da Câmara dos Deputados, que vai debater em plenário as reivindicações trabalhistas apresentadas pelas centrais sindicais. Porém, ao contrário do que se esperava, não foram confirmadas as sessões dos dias 7 e 8, quando seriam votados, de fato, os projetos pleiteados. A pauta foi reapresentada na tarde desta terça, dia 29, ao presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB- RN), em reunião com representantes das centrais. Anteriormente, o deputado havia acenado com a possibilidade de colocar os projetos em votação nos dias 7 e 8. “Houve um recuo”, lamentou Maria das Graças Costa, secretária de Relações de Trabalho da CUT, que representou a Central no encontro. A pauta, basicamente, é a mesma defendida pelas centrais na 8ª Marcha da Classe Trabalhadora, que aconteceu no dia 9 de abril, em São Paulo (para relembrar a pauta, clique aqui). No início da noite, teve início uma nova sessão para votar projeto que altera a lei que regulamenta o descanso dos caminhoneiros, com a presença de representantes da categoria nas galerias do plenário. Fonte: CUT Nacional



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.