Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Ceará: Movimentos sociais saem às ruas de Fortaleza em luta pela Reforma Política

Panfletagens, colagem de cartazes, pinturas, baterias de rua, aulas públicas e ocupações culturais foram algumas das formas usadas pelas organizações para debater o tema com a sociedade.

Escrito por: • Publicado em: 09/07/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 09/07/2014 - 00:00

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caucaia (Sindsep), da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) participaram na tarde de ontem (7/7) das atividades do Dia Nacional de Luta pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, alvo de mobilização de um plebiscito popular.
O Comitê do Plebiscito Popular, que conta com a participação das entidades citadas, reuniu movimentos sociais do campo e da cidade, sindical, populares e organizações em atividade na Praça do Otávio Bonfim, na avenida Bezerra de Menezes.
De lá, o grupo saiu em caminhada, percorrendo a Bezerra de Menezes, Mercado São Sebastião e dispersão no Banco Itaú, onde foi feitas falas denunciando as empresas privadas e os grandes bancos que financiam as grandes campanhas eleitorais de nosso país.
14 estados
As ações aconteceram concomitantemente em 14 estados e tiveram como objetivo chamar a atenção da sociedade para o Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, cujas coletas de votos acontecem daqui a dois meses, entre os dias 1 a 7 de setembro.
Desde agosto de 2013, mais de 250 organizações, movimentos sociais, centrais sindicais, partidos políticos constroem a ferramenta do Plebiscito Popular para promover mudanças no sistema político brasileiro. Atualmente, já foram criados mais de 600 comitês populares em todo o país.
A votação, prevista para acontecer na semana da pátria e que pretende coletar 10 milhões de votos em todo o Brasil, trará apenas uma única pergunta: “Você é a favor de uma constituinte exclusiva e soberana sobre o sistema político?”
As ações aconteceram em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais, Sergipe, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Pará.
Fonte: FETAMCE

Título: Ceará: Movimentos sociais saem às ruas de Fortaleza em luta pela Reforma Política, Conteúdo: Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caucaia (Sindsep), da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE) participaram na tarde de ontem (7/7) das atividades do Dia Nacional de Luta pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, alvo de mobilização de um plebiscito popular. O Comitê do Plebiscito Popular, que conta com a participação das entidades citadas, reuniu movimentos sociais do campo e da cidade, sindical, populares e organizações em atividade na Praça do Otávio Bonfim, na avenida Bezerra de Menezes. De lá, o grupo saiu em caminhada, percorrendo a Bezerra de Menezes, Mercado São Sebastião e dispersão no Banco Itaú, onde foi feitas falas denunciando as empresas privadas e os grandes bancos que financiam as grandes campanhas eleitorais de nosso país. 14 estados As ações aconteceram concomitantemente em 14 estados e tiveram como objetivo chamar a atenção da sociedade para o Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, cujas coletas de votos acontecem daqui a dois meses, entre os dias 1 a 7 de setembro. Desde agosto de 2013, mais de 250 organizações, movimentos sociais, centrais sindicais, partidos políticos constroem a ferramenta do Plebiscito Popular para promover mudanças no sistema político brasileiro. Atualmente, já foram criados mais de 600 comitês populares em todo o país. A votação, prevista para acontecer na semana da pátria e que pretende coletar 10 milhões de votos em todo o Brasil, trará apenas uma única pergunta: “Você é a favor de uma constituinte exclusiva e soberana sobre o sistema político?” As ações aconteceram em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Paraná, Minas Gerais, Sergipe, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Pará. Fonte: FETAMCE



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.