Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Ato em defesa da Petrobrás mobilizará São Paulo nesta terça (27)

Trabalhadores ocuparão sede da estatal na Avenida Paulista

Escrito por: • Publicado em: 23/05/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 23/05/2014 - 00:00

Junto com a CUT, CTB e vários sindicatos e organizações sociais, os petroleiros voltam a ocupar as ruas para protestar contra os ataques da mídia e da direita que tudo fazem para tentar desestabilizar a Petrobrás.
Desta vez, o local escolhido é a cidade de São Paulo. Uma grande manifestação tomará a sede da empresa na terça-feira (27), na Avenida Paulista, 901, quando os trabalhadores se concentrarão a partir das 11 horas.
Estão sendo esperadas centenas de manifestantes, entre petroleiros, estudantes, militantes sociais e trabalhadores de outras categorias.
Ao lado da FUP e do Sindipetro Unificado do Estado de São Paulo, a CUT trará caravanas com petroleiros de outros estados para somarem-se à manifestação.
Além de cobrar uma gestão 100% estatal e pública para a Petrobrás, com controle social e participação dos trabalhadores, o ato alertará a população para as reais intenções da mídia e dos políticos nesta campanha contra a empresa.
“Nós sabemos que a direita que ataca a Petrobrás, quis vendê-la no passado. Precarizou a empresa, diminuiu número de trabalhadores, tomou decisões muito ruins e fez o contrário do que diz que quer fazer agora”, destaca Roni Anderson Barbosa, petroleiro paranaense que integra a Executiva Nacional da CUT.
Para ele, os ataques tem estreita relação com o pré-sal e com as eleições. “A direita e a mídia golpista querem mudar a legislação pois não aceitam a Petrobrás como operadora única do pré-sal”.
Ato em Defesa da Petrobrás – 27 de maio de 2014 – São Paulo – SP
Concentração em frente à sede da empresa, na Avenida Paulista, 901 – A partir das 11h
Fonte: CUT Nacional

Título: Ato em defesa da Petrobrás mobilizará São Paulo nesta terça (27), Conteúdo: Junto com a CUT, CTB e vários sindicatos e organizações sociais, os petroleiros voltam a ocupar as ruas para protestar contra os ataques da mídia e da direita que tudo fazem para tentar desestabilizar a Petrobrás. Desta vez, o local escolhido é a cidade de São Paulo. Uma grande manifestação tomará a sede da empresa na terça-feira (27), na Avenida Paulista, 901, quando os trabalhadores se concentrarão a partir das 11 horas. Estão sendo esperadas centenas de manifestantes, entre petroleiros, estudantes, militantes sociais e trabalhadores de outras categorias. Ao lado da FUP e do Sindipetro Unificado do Estado de São Paulo, a CUT trará caravanas com petroleiros de outros estados para somarem-se à manifestação. Além de cobrar uma gestão 100% estatal e pública para a Petrobrás, com controle social e participação dos trabalhadores, o ato alertará a população para as reais intenções da mídia e dos políticos nesta campanha contra a empresa. “Nós sabemos que a direita que ataca a Petrobrás, quis vendê-la no passado. Precarizou a empresa, diminuiu número de trabalhadores, tomou decisões muito ruins e fez o contrário do que diz que quer fazer agora”, destaca Roni Anderson Barbosa, petroleiro paranaense que integra a Executiva Nacional da CUT. Para ele, os ataques tem estreita relação com o pré-sal e com as eleições. “A direita e a mídia golpista querem mudar a legislação pois não aceitam a Petrobrás como operadora única do pré-sal”. Ato em Defesa da Petrobrás – 27 de maio de 2014 – São Paulo – SP Concentração em frente à sede da empresa, na Avenida Paulista, 901 – A partir das 11h Fonte: CUT Nacional



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.