Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

8D: Dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa

No próximo dia 8 de dezembro (quarta) acontece o Dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa.

Escrito por: Thiago Marinho • Publicado em: 03/12/2021 - 12:18 • Última modificação: 03/12/2021 - 12:43 Escrito por: Thiago Marinho Publicado em: 03/12/2021 - 12:18 Última modificação: 03/12/2021 - 12:43

Divulgação É hora de você provocar a sua cidade, realizar atos, paralisações e panfletagens.

O ano de 2021 está terminando. Com medo de sofrer um desgaste na eleição de 2022, Bolsonaro, Guedes e Lira querem aprovar a PEC da Rachadinha ainda este ano! Para botarmos mais pressão e barrarmos a PEC 32 (Reforma Administrativa), no próximo dia 8 de dezembro (quarta), acontece o Dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa.

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam) convoca todos para uma grande mobilização!  É hora de você provocar a sua cidade, realizar atos, paralisações e panfletagens.

Além do ato dia 8, para pressionar os deputados a rejeitarem a PEC 32, servidores públicos federais, estaduais e municipais, de várias regiões do país, estão promovendo atos semanais em Brasília. Os trabalhadores estão usando suas redes sociais para enviar um recado aos parlamentares. E a mensagem enviada é clara: votou a favor da PEC 32, não voltará a ser eleito. A palavra de ordem é: se votar, não volta! 

A reforma busca substituir os servidores por um contingente de trabalhadores terceirizados e temporários, em absoluta precarização das relações de trabalho dos servidores. A precarização das contratações impacta direta e imediatamente nas atividades essenciais da prestação do serviço público.

Se aprovada, a proposta vai prejudicar os trabalhadores formais, com carteira assinada, e os informais, por conta própria, pois a grande maioria depende dos serviços públicos, que uma vez aprovada no Congresso vai afetar todos os trabalhadores, que terão de pagar por serviços que outrora eram públicos e gratuitos. 

Para barrar a PEC 32 é necessário manter a pressão sobre os parlamentares e construir grandes atos em Brasília e nos estados. Por isso, a convidamos você a participar do ato nacional que não é só de servidores, mas sim uma luta de todo o Brasil que pode ser impactado negativamente se essa PEC passar!

8D: Dia Nacional de Luta Contra a PEC 32

8 de dezembro

Atos nos estados e no Distrito Federal

Participe organizando atos, paralisações e panfletagens

Título: 8D: Dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa, Conteúdo: O ano de 2021 está terminando. Com medo de sofrer um desgaste na eleição de 2022, Bolsonaro, Guedes e Lira querem aprovar a PEC da Rachadinha ainda este ano! Para botarmos mais pressão e barrarmos a PEC 32 (Reforma Administrativa), no próximo dia 8 de dezembro (quarta), acontece o Dia Nacional de Luta contra a Reforma Administrativa. A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam) convoca todos para uma grande mobilização!  É hora de você provocar a sua cidade, realizar atos, paralisações e panfletagens. Além do ato dia 8, para pressionar os deputados a rejeitarem a PEC 32, servidores públicos federais, estaduais e municipais, de várias regiões do país, estão promovendo atos semanais em Brasília. Os trabalhadores estão usando suas redes sociais para enviar um recado aos parlamentares. E a mensagem enviada é clara: votou a favor da PEC 32, não voltará a ser eleito. A palavra de ordem é: se votar, não volta!  A reforma busca substituir os servidores por um contingente de trabalhadores terceirizados e temporários, em absoluta precarização das relações de trabalho dos servidores. A precarização das contratações impacta direta e imediatamente nas atividades essenciais da prestação do serviço público. Se aprovada, a proposta vai prejudicar os trabalhadores formais, com carteira assinada, e os informais, por conta própria, pois a grande maioria depende dos serviços públicos, que uma vez aprovada no Congresso vai afetar todos os trabalhadores, que terão de pagar por serviços que outrora eram públicos e gratuitos.  Para barrar a PEC 32 é necessário manter a pressão sobre os parlamentares e construir grandes atos em Brasília e nos estados. Por isso, a convidamos você a participar do ato nacional que não é só de servidores, mas sim uma luta de todo o Brasil que pode ser impactado negativamente se essa PEC passar! 8D: Dia Nacional de Luta Contra a PEC 32 8 de dezembro Atos nos estados e no Distrito Federal Participe organizando atos, paralisações e panfletagens



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.