Graça Costa fortalece XII Congresso do Sismuc em Praia de Leste

26/08/2019 - 15:26

Secretária nacional de Relações do Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), dirigente participou da mesa de conjuntura.

Representando o Ramo dos Municipais CUTistas, a secretária nacional de Relações do Trabalho da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Graça Costa, participou da mesa de conjuntura do XII Congresso do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc). Na pauta, os desafios dos trabalhadores das prefeituras brasileiras diante do avanço da política de desmonte do serviço público patrocinada pelo desgoverno do presidente Bolsonaro.

A participação de Graça Costa se deu no segundo dia do XII Congresso do SISMUC, que começou na sexta (23), em Praia de Leste. Em clima de luta, os servidores receberam os convidados, que trouxeram análises de conjuntura presentes nas duas teses inscritas pela categoria. O debate passou pela denúncia dos mais diversos ataques aos trabalhadores e servidores públicos, além de trazer os rumos trilhados pelo movimento sindical.

A conclusão das análises é de que vivemos um momento de intensa retirada de direitos. Os governos Greca (municipal), Ratinho (estadual) e Bolsonaro (federal), andam de mãos dadas para acabar com direitos conquistados duramente pela classe trabalhadora. Em 2019 os servidores municipais sofreram com o avanço da Reforma da Previdência, em conjunto com o CuritibaPREV; também viram os cortes na educação avançarem além do ensino superior, para destruir cada vez mais o ensino básico. A saúde está sendo terceirizada em Curitiba e em outros lugares do país e a assistência social cada dia mais desmantelada.

O projeto aplicado por estes governos tem como objetivo acabar com o serviço público, agindo diretamente na piora das condições de vida e de trabalho dos servidores e da comunidade. Embora cada tese apresente estratégias diferentes para lidar com esse cenário, o diagnóstico é o mesmo: as lutas do segundo semestre devem começar com o objetivo de união e mobilização, não só enquanto servidores, mas enquanto classe trabalhadora.

Durante o XII Congresso, encerrado neste domingo (25), os delegados se reuniram em grupos de trabalho, e debateram fundo as teses e propostas levadas para a plenária. O evento reuniu mais de 400 servidores públicos municipais da Capital do Paraná e definiu os rumos da luta da categoria. Assembleia Geral aprovou por unanimidade as resoluções aprovadas na plenária final do Congresso, entre elas a desfiliação do Sismuc à CUT.