Manifestantes da CUT entram em confronto com policiais em frente ao Congresso Nacional

08/04/2015 - 00:00

Policiais reagiram com spray de pimenta e balas de borracha

Manifestantes CUT (Central Única dos Trabalhadores) entraram em confronto com a PMDF (Polícia Militar do Distrito Federal) nesta terça-feira (7). Segundo a secretária nacional de Relações do Trabalho da CUT, Graça Costa, os agentes da PM queriam impedí-los de manifestar contra o projeto de lei que libera a terceirização para todas as atividades dentro das empresas.
— Os policiais foram impea gente de fazer a manifestação, de mostrar que os trabalhadores são contra [o projeto]. Eles não queriam deixar que o carro de som chegasse mais perto do Congresso, [quando começou o conflito].
Leia mais notícias do R7 DF
A manifestação conta com a participação de vários movimentos populares além da CUT (CTB, MST, UNE, MAB e CMP). Em contato com o R7 DF, a Polícia do DF informou que o confronto começou entre os próprios manifestantes e os policiais só tentaram separar a briga interna. Ainda segundo a corporação, várias pessoas estavam sendo agredidas no momento em que a PM decidiu agir com spray de pimenta e balas de borracha. A polícia contabilizou 2 mil pessoas na manifestação, a CUT garante que há pelo menos 4 mil no local.