Líderes feministas constroem a Plataforma das Mulheres para as Eleições 2018

25/06/2018 - 15:07

Promovida em São Paulo pela Secretaria Nacional de Mulheres da CUT, oficina reuniu representantes de vários estados no levantamento de políticas públicas imprescindíveis às mulheres trabalhadoras.

A Secretaria Nacional de Mulheres da CUT realizou em São Paulo, nos dias 21 e 22 de junho, a oficina "Construindo a plataforma das mulheres sindicalistas para as eleições de 2018". Representando o Ramo dos Municipais, participaram a secretária da Mulher Trabalhadora da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Ozaneide de Paulo, a secretária de LGBT da entidade, Sueli Adriano, e a diretora do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Paulo (Sindsep), Luba Melo.

O oficina levantou as principais demandas das mulheres trabalhadoras cutistas por políticas públicas de gênero, apresentadas e debatidas por líderes feministas de vários estados do Brasil, entre elas Junéia Batista, secretária nacional da Mulher Trabalhadora da CUT, presidenta do Comitê de Mulheres da Internacional de Serviços Públicos (ISP); Graça Costa, secretária nacional de Relações do Trabalho da CUT; e Katharina Hofman de Moura, vice-representante da Fundação Friedrich Ebert (FES) no Brasil, entidade apoiadora da oficina. 

Eixos da Plataforma Feminista 2018

A discussão foi organizada em três eixos: Igualdade e não discriminação no trabalho, abordado pela economista e pesquisadora na área de relações de trabalho e gênero, Marilane Teixeira; Violência e assédio, explanado por Junéia Batista; e Responsabilidades domésticas e familiares compartilhadas, tema apresentado por Carmen Silva, do SOS Corpo - Instituto Feminista para Democracia. 

As propostas apontadas durante a oficina serão sistematizadas em um documento impresso a ser entregue aos candidatos e candidatas à Presidência da República, ao Senado e Câmara Federal e às Assembleias Legislativas.