Manifestação contra a terceirização acontece em vários estados

22/04/2015 - 00:00

Trabalhadores e sindicalistas fazem ato e panfletagem e mandam recado ao Congresso

Dirigentes da CUT e representantes de outros sindicatos se reuniram no Aeroporto Internacional Luis Magalhaes, em Salvador, para protestar contra o PL 4.330. A mobilização começou por volta das 5h desta quarta-feira e durou cerca de duas horas.
No Ceará, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) realizaram das 5h às 6h30, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, uma manifestação contra o Projeto de Lei 4330.
No Distrito Federal, integrantes da CUT fizeram ato no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. Manifestantes diziam "não à retirada de direitos, não à precarização" enquanto entregavam panfletos aos passageiros que chegavam a Brasília.
Em Pernambuco houve panfletagem contra o PL 4.330 na Estação Central do Metrô e no Aeroporto, no Recife. A manifestação começou por volta das 5h e deve continuar ao longo.
Em Porto Alegre, manifestantes da CUT fizeram um protesto nesta manhã no saguão de embarque do Aeroporto Salgado Filho. O objetivo era pressionar deputados gaúchos que viajam a Brasília para votar contra o projeto de lei que regulamenta as terceirizações.
A manifestação em Sergipe ocorreu no Aeroporto de Santa Maria logo pela manhã. Em seguida, o grupo foi em direção ao Bairro São José, onde protestaram na porta de uma empresa terceirizada, que pertence a um dos deputados.
Ao longo do dia, o site da CUT fará cobertura das manifestações nos estados.