Servidores da Prefeitura de Maceió aceitam proposta e greve termina

20/05/2016 - 16:13

Reajuste será de 4,5%, divididos em duas vezes, com primeira parcela em maio e segunda em novembro

Depois de mais de três meses, acabou, nesta quinta-feira (19), a greve dos servidores do município de Maceió. A categoria aceitou a proposta final da prefeitura de reajustar os salários em 4,5%, sendo 2,5% a partir de maio, já com o retroativo de janeiro, e os outros 2% serão implantados em novembro deste ano. Apesar da negociação ter chegado ao fim, o sindicato da categoria diz que o resultado não foi satisfatório.

“O município só queria dar 3% e com a intervenção dos vereadores conseguimos avançar e fechamos em 4,5%, mas não era o que a gente esperava. Porém, o Sinteal (Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Alagoas) já havia aceitado esse percentual, aí ficou mais difícil a negociação”, declarou Sidney Lopes, presidente do Sindspref (Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Maceió e Região Metropolitana de Alagoas), informando que os servidores decidiram encerrar a greve.

Categoria reivindicava 10,7%

O sindicalista contou que no início da greve a categoria estava pedindo 10,7% referente a inflação + um pouco mais que 2% de ganho real, totalizando 14%. Lopes disse ainda que pela lei eleitoral eles só poderiam receber a inflação.

Além do reajuste de 4,5% nos salários de todos os funcionários públicos municipais, cerca de cinco mil servidores ainda receberão em novembro mais 5% referente a progressão por mérito. De acordo com Sidney Lopes, a cada dois anos é feita uma avaliação e aqueles que alcançam uma boa nota têm direito ao benefício.

Retomada do diálogo em novembro

Em novembro desse ano, a categoria volta a se reunir com a Prefeitura de Maceió para chegarem num acordo em relação a progressão por titularidade. “Já existem dois mil processos de servidores que deram entrada na progressão de acordo com sua graduação, mas não foram contemplados”, revelou.