Servidores municipais se reúnem em conferência internacional das Américas

23/04/2015 - 00:00

Confetam representa o Brasil no evento que discute ações unificadas da categoria.

O Serviço Público Municipal de 11 nações está em debate, de 20 a 24 de abril, na 11ª Conferência Regional Interamericana da Internacional de Serviços Públicos (ISP) - IAMRECON, realizada na Cidade do México. Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, Equador, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Trindade e Tobago e Venezuela são representados por 54 sindicalistas de 31 organizações.
O tema central do IAMRECON é "Avançando com os direitos sindicais na luta por serviços públicos de qualidade". O evento cumpre o objetivo de compartilhar histórias de sucesso e lições aprendidas; discutir as tendências, obstáculos e desafios do setor, identificando prioridades estratégicas em relação ao Plano de Ação Regional para 2015-2020 da ISP; discutir o modelo de organização do setor, pensando formas de integrar Caribe, Estados Unidos e Canadá, países que até agora não estão participando da Confederação dos Trabalhadores Municipais – ISP Américas (CONTRAM); e definir o mapeamento dos potenciais de crescimento filiais na região.
A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) está presente no evento com uma delegação composta por 13 pessoas de federações do Ceará, Santa Catarina, São Paulo, Maranhão e Rio Grande do Norte. A Professora Vilani Oliveira, presidenta da Confetam/CUT, avalia que a participação do País na Conferência é de importante para unificar a luta da categoria. "No Brasil temos pautado questões como a defesa do trabalho decente, a dignidade do trabalhador, a precarização e outros assuntos que não são exclusivos da nossa nação. Trocar ideias e conhecer a experiência dos companheiros enriquece a nossa luta e fortalece a atuação dos servidores em nível internacional", salienta.
Debates prioritários
Antes da Conferência em si, ocorreram diversas reuniões que definiram as principais preocupações, desafios e perspectivas dos servidores municipais. Dentre as conclusões dos debates prévios, estão os seguintes temas: privatização dos serviços públicos, liberdade de associação e negociação coletiva, trabalho decente, igualdade de gênero e discriminação e políticas e práticas de corrupção fiscal na administração pública. Tais pautas permanecem como prioridades de trabalho da ISP para o período de 2015 - 2020.