Mais luta contra PL 4330. Ato no Congresso, às 14h, nesta quarta (22)

22/04/2015 - 00:00

CUT intensifica, em todo o País, a luta nas ruas e nas redes contra o PL 4330

Nesta quarta-feira (22), a CUT intensifica, em todo o País, a luta nas ruas e nas redes contra o PL 4330, que libera a subcontratação ilimitada, precariza o trabalho prejudicando emprego, salários e jornada de trabalho, rouba direitos e tenta fragmentar e enfraquecer a organização sindical.
Na última quarta-feira (15), o Dia Nacional de Luta e Paralisação, convocado pela CUT e outras movimentos sociais e sindicais, mobilizou milhares de trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias que deram uma resposta aos Ladrões de Direitos, que querem implantar por meio do PL 4330 o maior golpe contra direitos trabalhistas da história.
As manifestações em Brasília começaram logo cedo nesta quarta. Desde as 7h, militantes e dirigentes da CUT estão no aeroporto Internacional JK pressionando parlamentares que desembarcam na capital para dizer Não ao PL 4330.
Logo mais às 10h, haverá adesivagem de veículos em frente à CUT Brasília, no Conic.
A principal atividade está marcada para as 14h, a militância se concentrará em frente ao Anexo 2 da Câmara dos Deputados. Vamos, de novo, mostrar o repúdio da classe trabalhadora ao retrocesso e ao roubo de direitos e barrar o PL 4330. Os parlamentares vão se reunir à tarde para analisar e votar os destaques do projeto da escravidão, cujo texto-base já foi aprovado por 324 deputados no dia 8.
“Vamos todos ao Congresso, tantas vezes quanto forem necessárias,e realizar manifestações locais e nacionais para impeo maior roubo trabalhista que se tem notícia, que retirará direitos que os trabalhadores levaram centenas de anos para conquistar com muitas lutas, sangue e vidas. Devemos enfrentar firmemente os ladrões de direitos para o bem desta e das futuras gerações de trabalhadores”, afirma Rodrigo Britto, presidente da CUT Brasília.