Confetam convoca municipais às ruas nesta sexta-feira (31) para construir a Greve Geral da Classe Trabalhadora

27/03/2017 - 15:33

As manifestações do dia 31 de março mobilizarão para a Greve Geral, convocada pelas centrais sindicais para o dia 28 de abril

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) reforça a convocatória para as federações filiadas, sindicatos da categoria e trabalhadores da base participarem da organização e realização dos atos do Dia Nacional de Paralisação contra a terceirização, a reforma da Previdência e a retirada de direitos. As manifestações ocorrerão em todo o Brasil, nesta sexta-feira (31), data do aniversário de 53 anos do golpe militar de 1964.

A orientação é que os municipais reforcem as atividades em suas cidades, de modo que os protestos desta sexta-feira (31) se espalhem por todas as Regiões do país e ajudem a construir a mobilização para a Greve Geral da Classe Trabalhadora, convocada pelas centrais sindicais para o dia 28 de abril.

Neste 31 de março, vamos repetir o sucesso das paralisações dos dia 8 e 15, quando servidores públicos municipais de pelo menos treze estados - Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Goiás - e do Distrito Federal foram às ruas barrar os retrocessos impostos à classe trabalhadora pelo governo ilegítimo de Michel Temer e seus apoiadores na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Vamos deixar claro que os eleitores darão o troco, nas eleições de 2018, àqueles parlamentares que votaram pela aprovação do projeto da terceirização sem limites, que destrói a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e os que ousarem apoiar as reformas imorais e desumanas de Temer, entre elas a da Previdência, que retira de homens e mulheres, trabalhadores do campo e das cidades, dos serviços público e privado, o direito de se aposentar e de ter uma vida digna na velhice.

Todos às ruas no dia 31 de março!

Vamos construir a Greve Geral da Classe Trabalhadora!

Resistir e Lutar! Nenhum Direito a Menos! Nenhum Passo Atrás!